Defesa Civil monitora áreas de risco diariamente

Trabalho preventivo visa evitar acidentes no período chuvoso

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Defesa Civil, realiza o monitoramento preventivo das áreas de risco da capital. Goiânia tem 59 pontos críticos de alagamento e, com a proximidade das chuvas, o trabalho prévio visa evitar danos. Todos os pontos estão mapeados e, naqueles onde há necessidade, a Defesa Civil coloca sinalização indicativa de risco. As equipes do órgão trabalham em sistema de plantão 24 horas.
De acordo com o chefe da  Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), Francisco Vieira, “as vistorias avaliam bocas de lobo, bueiros e grades de proteção quanto a sua estrutura e, caso haja constatação de avaria e entupimento de lixo, será produzido um relatório e enviado para Secretaria Municipal de Infraestrutura para providências e reparos”. Ainda segundo o coordenador, este serviço é de forma preventiva ao período chuvoso e tem a finalidade de minimizar o impacto das enxurradas nestes locais.
Para a cabeleireira Ana Graça Vidal, “o trabalho de prevenção é muito bem-vindo, pois o monitoramento aqui na Vila Izaura é fundamental, devido à acumulação de muito lixo produzido por nós mesmo e que jogamos no chão”.
Dicas
Diante das previsões de chuvas e ventos fortes, a Defesa Civil reforça as orientações para a população, em caso de alagamento: se estiver de carro, a recomendação é que opte por rotas alternativas que evitem pontos de alagamentos. Se estiver parado e o local começar a encher, o motorista e os passageiros devem deixar o veículo e seguir para local seguro.
No caso dos motociclistas, a recomendação é não tentar atravessar vias alagadas, pois as mesmas podem esconder buracos que podem ocasionar a quedas e outros acidentes.
O cidadão pode acionar os serviços da Defesa Civil pelos telefones: 3524-4080, 153 ou pelo 193 do Corpo de Bombeiros, caso a ocorrência seja em Goiânia.
Luiz Galvão da editoria de Segurança

Fotos: Walisson Brandão

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *