Saúde realiza palestras de orientação sobre tabagismo

Ação marca o Dia Nacional de Combate ao Fumo

O Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo do Ministério da Saúde reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. No Brasil, o percentual de fumantes acima de 18 anos era de 15,6% em 2006 e diminuiu para 9,3% em 2018 . Em Goiânia o percentual de fumantes acima de 18 anos era de 13,2% em 2006 e baixou para 8,8% em 2018, segundo a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico.

Na Capital, o dia será lembrado com palestras para os usuários em várias unidades de saúde e até em escolas. Nesta quinta-feira, 29/08, no CSF Antônio Carlos Pires, será realizada uma Roda de Conversa com o tema “Impacto do fumo na sociedade”. O CSF Vale dos Sonhos realizará palestra sobre os “Malefícios do Tabaco” aos alunos da Escola Municipal Patrícia de Paiva . Já o CSF Cachoeira Dourada abordará o tema “Causas, conseqüências, prevenção e tratamento do tabaco”. As unidades Jardim Guanabara I e do Itatiaia irão desenvolver exposição dialogada: “Impactos do fumo na saúde” e “Saúde Bucal X Tabagismo- cuidados e perigos” , que acontece na próxima sexta-feira, 30/08.

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) desenvolve permanentemente o Programa Municipal de Controle do Tabagismo. Entre as ações do programa destaca-se a abordagem intensiva ao fumante, tratamento em grupo que segue a abordagem cognitivo-comportamental. Além da avaliação médica e de enfermagem, os usuários recebem também mediação e tratamento com práticas integrativas como auriculoterapia, acupuntura e florais.  As reuniões acontecem em todos os distritos sanitários. Para entrar no grupo, o tabagista deve desejar parar de fumar e ter mais de 18 anos. O grupo pode durar até seis meses, sendo que inicialmente a frequência dos encontros é semanal. Quem tiver interesse em participar dos grupos de tabagismo pode ligar Gerência de Doenças e Agravos Crônicos Não Transmissíveis, telefone: 3524- 1604.

Adriana Moraes, da editoria de Saúde

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *