1ª Conferência regional discute realidade das pessoas idosas

Durante todo o dia foram realizadas palestra, apresentações culturais e discussões em eixos temáticos para elaborar propostas referentes a problemas vivenciados pelos idosos

Nesta terça-feira, 06, é realizada em Goiânia a 1ª Conferência regional da pessoa idosa que reúne participantes de 14 municípios próximos à Capital. Com o tema ‘Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas’, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, organiza o evento que vai até às 18 horas, no auditório do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), no Jardim Goiás.

Além do apoio do MP-GO, a iniciativa conta ainda com o apoio do Ministério Público do Trabalho em Goiás (MPT-GO), de Prefeituras e Conselhos Municipais dos municípios, além da Unimed Goiânia.

O secretário municipal de Assistência Social (SEMAS), Mizair Lemes Junior, discursou na abertura da Conferência logo cedo e destacou a importância de atender as necessidades das pessoas idosas. “Buscaremos o respeito com a visão de que todos vamos envelhecer e usar os serviços públicos, por isso temos que defender o atendimento de qualidade à população”, destaca.

Participaram da abertura, e comporam a mesa, o promotor de justiça Vagner Jerson, que logo após proferiu a palestra magna sobre o tema, a presidente do Conselho Municipal do Idoso de Goiânia, Arleide Brandão, o secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Cabral, e o vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Veter Martins.

Ainda contou com a presença da coordenadora do Conselho Nacional da Pessoa Idosa, Eunice da Silva, dos vereadores Paulo Magalhães e Emilson Pereira, membros da Comissão de Direitos do Idoso da Câmara Municipal de Goiânia além da presidente do Conselho Estadual do Idoso, Ignes Guardiola e da deputada estadual Leda Borges.

Antes da palestra e das discussões, a Conferência teve uma série de apresentações culturais com o Grupo Vozes e Violão e Companhia de Teatro Senhoras do Cerrado.

A presidente do Conselho Municipal Arleide Brandão comentou que o evento é espaço para debates. “A ideia é que funcione como um impulso para articular movimentos para o idoso e estimule a implementação de políticas públicas”, ressalta.

Já o secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Cabral, falou sobre o objetivo do evento de propor, analisar e deliberar políticas nos municípios sobre os direitos da pessoa idosa.

Durante a tarde, até às 18 horas, várias propostas sairão dos eixos temáticos sobre direitos fundamentais na construção e efetivação de políticas públicas, o papel da educação na conquista de direitos e emancipação política, além do enfrentamento à violência e o papel dos conselhos de direitos. Ao final serão eleitos delegados e apresentadas propostas para serem levadas a Conferência Estadual.

Municípios participantes

Ao todo quatorze municípios participam do evento, entre eles, Goiânia, Aparecida de Goiânia, Guapó, Caldazinha, Goianira, Abadia de Goiás, Bela Vista, Bonfinópolis, Cristianópolis, Senador Canedo, São Miguel do Passa Quatro, Santo Antônio de Goiás, Silvânia e Trindade.

Luciano Joka, da Editoria de Assistênica Social

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *