Prefeito Iris Rezende recebe campeões mundiais do torneio aberto de robótica da Nasa

Encontro aconteceu no gabinete do prefeito, no 5º andar do Paço Municipal. Estudantes goianos sagraram-se vencedores entre mais de 60 equipes que disputaram o Torneio Aberto de Robótica de West Virgínia, nos EUA

Um grupo de sete alunos do curso de Robótica do Centro de Atividades Mozart Soares Filho, do Sesi – Vila Canaã, em Goiânia, foram recebidos na manhã desta sexta-feira, 19, pelo prefeito Iris Rezende, no seu gabinete no 5º andar do Paço Municipal. O encontro teve o objetivo de homenagear os alunos vencedores do Torneio Aberto de Robótica de West Virgínia, da Univerisade da Nasa, nos EUA.

Os campeões do torneio mundial vieram acompanhados do vice-presidente da Federação das Indústiras de Goiás (Fieg), André Rocha, da professora Antônia Stecca, diretora do Sesi/Canaã e da professora coordenadora da equipe Harumi Vitória Fukushima. Também estiveram presentes na reunião o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), Celso Camilo, e o secretário municipal de Governo, Paulo Ortegal, além do vereador Paulo Magalhães, que veio manifestar o seu reconhecimento à turma vencedora.

O projeto vencedor dos alunos goianos teve como objetivo apresentar soluções para os problemas enfrentados pelos astronautas em missões no espaço, que é a diminuição do olfato dos tripulantes e, concomitantemente, a falta do paladar. Os estudantes desenvolveram, então, um chiclete à base de pimenta, que devolve o paladar aos astronautas por até duas horas.

De acordo com os alunos, sem conseguirem sentir o gosto da comida, os astronautas tendem a desenvolver um maior estresse e até mesmo uma certa depressão, o que pode comprometer o trabalho no espaço. A falta do paladar no espaço ocorre devido aos efeitos da gravidade no organismo, principalmente quanto à distribuição do sangue pelo corpo.

O prefeito Iris Rezende parabenizou os campeões e lembrou que a educação pode de fato mudar o mundo. Segundo ele, o feito dos alunos goianos tem um significado e uma importância extremamente grande para as novas gerações e para todos os jovens que acreditam no conhecimento como mudança de paradigmas.

“Sinto-me absolutamente honrado em recebê-los, sobretudo porque sou um entusiasta da educação como instrumento de mudança de vida das pessoas e quando vejo tão jovens cidadãos alcançando os mais altos patamares, em nível mundial, fruto do próprio esforço e da educação que receberam, eu me realizo e fico extremamente gratificado”, disse o prefeito parabenizando todos eles.

O aluno campeão, Miguel Silva Dutra, de 16 anos, explica que a concepção do projeto se deu em etapas e levou 11 meses. O objetivo era responder às várias perguntas que levassem à solução de problemas detectados pelos astronautas em suas viagens ao espaço.

“O trabalho demandou muito esforço e cooperação de todos do grupo. A primeira fase foi de coleta de informações e os passos seguintes foram de responder às questões do tema. A experiência vivida pelo grupo, que culminou com a vitória sobre 60 equipes de 12 países diferentes, é algo extraordinário e que marca definitivamente a nossa vida e de todos que participaram do projeto e nos inspira a buscar novos desafios, ao mesmop tempo em que deixamos uma mensagem muito positiva para os jovens pesquisadores e estudantes de uma maneira geral”, ressalta.

Cloves Reges, da Diretoria de Jornalismo
Foto: Jackson Rodrigues

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *