Revitalização da praça da T-55 entra na reta final

Obra é resultado de uma parceria público privada. Projeto inclui novas calçadas, bancos, paisagismo, iluminação e pergolado

A revitalização da praça do cruzamento das Ruas T-55 com T-30, no setor Bueno, está na reta final. A expectativa é de que o prefeito Iris Rezende faça a entrega oficial nos próximos dias. A revitalização acontece por meio de uma parceria público privada e promove uma série de mudanças no local buscando atender os conceitos de sustentabilidade e mobilidades.

O destaque dessa requalificação é um pergolado construído no centro da praça. O elemento tem uma base de concreto com a cobertura de madeira para compor com os dois flamboyants existentes no local. Nesta semana, os servidores da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) trabalham montagem da cobertura de madeira e na instalação dos bancos.

De acordo com o engenheiro da Companhia, Rafael Pacheco, a praça recebe bancos de madeira nos formatos de prancha e bloco fabricados pelos servidores do órgão. As madeiras são reaproveitadas da poda e extirpação de árvores do município e para sustentar os mesmos, sucatas de pontas de eixo dos caminhões da Comurg foram reutilizadas como pés. “A medida propõe reduzir os custos da obra e reaproveita o que seria descartado”.

O trabalho é intenso. Enquanto parte da equipe realiza a aplicação dos materiais outra equipe trabalha na produção do mobiliário urbano e outras fazem o plantio, pintura e limpeza.

O projeto de ajardinamento incluiu o plantio de seis palmeiras e plantas ornamentais. Forração morta com o uso de cascas de madeiras, pedras e outros elementos também está inclusa no projeto. Para realçar este trabalho, a Companhia vai instalar uma iluminação com refletores nas cores verde e âmbar nas palmeiras e nos flamboyants. Já o pergolado receberá uma arandela especial.

De acordo com o presidente do órgão, Aristóteles de Paula, o projeto ainda inclui um calçamento de concreto que será aliado ao piso drenante. A proposta é deixar o espaço mais bonito e confortável, bem como contribuir com escoamento da água para o solo. As novas calçadas também terão piso tátil.  Bancos de madeiras e lixeiras também fixados no local.

A praça possui 560 m2 e surgiu como uma rotatória na construção do Setor Bueno, nos anos de 1960. Os trabalhos são executados pelos servidores da Comurg e as empresas parceiras disponibilizam parte dos materiais. A previsão é concluir a obra nos próximos 15 dias.

Hacksa Oliveira, da editoria de Urbanização
Fotos: Rafael Pacheco

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *