Trânsito na Av. Goiás muda durante construção da rede de águas pluviais

Mudanças são passageiras e planejadas com critério pelo setor de engenharia da SMT, com o objetivo de garantir segurança e tranquilidade a todos os condutores. Desvios e placas de orientação serão implantados a partir de 8 de julho

A Prefeitura de Goiânia, por meio da SMT, vai interditar a pista da Avenida Goiás, sentido Norte/Sul, entre as avenidas Independência e Paranaíba, a partir da segunda-feira, 08, quando será estabelecido um sistema de sinalização e novas alternativas de rotas e desvios. Na ocasião será iniciada mais uma etapa da construção da rede de drenagem que vai solucionar os problemas de enchentes e alagamentos nas adjacências da Avenida, região da Rua 44, Avenida Independência, Praça do Trabalhador, Praça do Bandeirante e Praça Cívica. A via também será requalificada e preparada para a operação BRT.

Os serviços serão feitos em três etapas até chegar à Praça Cívica. Na primeira, as obras serão executadas entre a Avenida Independência e a Avenida Paranaíba; na segunda, da Avenida Paranaíba à Avenida Anhanguera; e na terceira, da Avenida Anhanguera até a Praça Cívica. Concluídas as três etapas, as obras serão realizadas na outra pista.

Mudanças

No trecho da Avenida Goiás entre a Avenida Independência e a Avenida Paranaíba (sentido Norte/Sul) o trânsito será desviado para as Ruas 70 (automóveis) e Rua 68 (ônibus), sendo que será proibido estacionar do lado direito das duas vias. Os semáforos nos cruzamentos da Independência e da Paranaíba receberão ajustes de três tempos e placas de orientação sobre os desvios e proibições serão instaladas.

Para o secretário Fernando Santana, as mudanças no trânsito são passageiras e estão sendo planejadas com critério pelo setor de engenharia da SMT, com o objetivo de garantir segurança e tranquilidade a todos os condutores. “No final, os benefícios definitivos vão compensar os transtornos momentâneos”, afirma o gestor esclarecendo que as obras de drenagem e a preparação para o BRT são de extrema importância para Goiânia, pois visam acabar com alagamentos, além de melhorar o transporte coletivo proporcionando bem-estar para toda a população.

Requalificação

Durante as obras da rede de águas pluviais, a Avenida Goiás será requalificada e preparada para a operação do BRT, com a construção das estações de embarque e desembarque de passageiros, implantação de pavimentos rígidos e flexíveis e a completa revitalização da sinalização de trânsito – horizontal, vertical e semafórica, com semáforos inteligentes. As calçadas serão readequadas, conforme as normas de acessibilidade e arborizadas, com a troca das espécies que estiverem condenadas; uma iluminação de LED será adotada em toda a via.

Rede de drenagem

A rede de drenagem completa tem 2,6km e vai da Praça Cívica ao Setor Norte Ferroviário; parte integrante do complexo do BRT, conta com orçamento na ordem de R$ 7,8 milhões.

Os trabalhos de construção tiveram início em maio e, por ser o trecho mais complexo, começaram pela Rua 4, no Setor Norte Ferroviário, onde se dará o lançamento no Capim Puba. De lá passará pela Avenida Oeste, no Setor Marechal Rondon, seguirá pela Rua 74 e subirá a Avenida Goiás, cruzará a Avenida Independência e chegará até à Praça Cívica.

Teresa Costa, assessoria de imprensa da SMT, com informações de Nara Serra, da Seinfra

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *