Prefeitura entrega mais seis salas modulares na Região Noroeste da Capital

Manhã festiva leva 120 novas vagas para dois centros municipais de Educação Infantil

Na manhã desta segunda-feira, 24, o prefeito de Goiânia, Íris Rezende, inaugurou mais seis salas modulares em dois centros municipais de Educação Infantil (Cmei) no Jardim Liberdade, na Região Noroeste da Capital. Somadas, as ampliações criaram mais 120 novas vagas, sendo 80 no Cmei Sara e Rebeca e outras 40 no Cmei Márcia Lorena Mendes. A cerimônia de abertura foi realizada na unidade Sara e Rebeca e contou com a presença do prefeito, do secretário Municipal de Educação e Esporte, Marcelo Costa, e vereadores do município.

No Cmei Sara e Rebeca, foram colocadas quatro salas modulares, tirando mais 80 crianças da fila de espera. A unidade que hoje atende 125 crianças de seis meses a 4 anos atenderá 205 alunos. A diretora da instituição, professora Alessandra da Silva Camilo, conta que a ampliação é uma conquista da comunidade. “São mais 80 vagas disponíveis, com isso as crianças vão ter acesso ao Cmei, que é o lugar delas. Eu faço parte da comunidade, sou da região Noroeste e os profissionais também estão recebendo com muita alegria. A gente sempre espera por melhorias para o lugar que a gente está, e nós abraçamos esta ampliação junto ao prefeito e ao secretário”, disse.

Já o Cmei Márcia Lorena contou com a ampliação de duas salas modulares, somando 40 novas vagas, também na faixa etária de dois e três anos. A instituição passa a atender 97 crianças, de seis meses a quatro anos. A diretora Maria Eleusa Bomfim deixou claro a importância dessas novas vagas para a comunidade. “É com muita alegria que a comunidade educacional recebe essas duas salas. Serão ofertadas para crianças que estão na fila de espera e nós sabemos que muitas famílias esperam por esse momento. É a oportunidade de ter as crianças matriculadas num ambiente saudável, receber uma educação infantil de qualidade”, disse.

O prefeito Íris Rezende ressaltou a importância de se ter uma alternativa rápida e eficaz para diminuir o déficit de vagas na Educação Infantil. “Hoje, os Cmei são muito importantes porque atendem às mães que trabalham fora de casa e não têm onde deixar os filhos. Os módulos são uma opção de construção mais rápida e importante diante de um problema que estamos enfrentando desde que eu tomei posse, a falta de vagas em Educação Infantil. Temos trabalhado permanentemente e adotamos os módulos, que em uma semana podemos criar vagas. Em Goiânia inteira estamos aumentando o número de vagas, tanto no ensino infantil quanto no fundamental”, afirmou.

O titular da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), professor Marcelo Costa, destacou a importância da implantação das dezenas de salas modulares, abrindo novas vagas e diminuindo a fila de espera. “O que se fala no Brasil é em crise, mas aqui nós criamos, a partir da crise, oportunidade de fazer uma educação de qualidade, permitir que os filhos estejam no Cmei, nas escolas. Assim, criamos espaço para que nossas crianças sejam premiadas, estejam ligadas ao futuro e que a escola seja um lugar de formação para a verdadeira cidadania. As crianças que estão aqui são o legado que vamos deixar para o futuro dessa cidade”, explicou.

As salas modulares são estruturas em módulos feitas de aço altamente resistente, revestidos com paredes isotérmicas e com proteção acústica, climatizadas e devidamente aprovados e fiscalizados pelos órgãos reguladores. As salas se configuram como uma alternativa rápida para a obtenção de vagas em escolas e Cmei já existentes, já que sua instalação pode ser feita em menos de trinta dias. Ao todo, a gestão já concluiu a implantação de 45 salas modulares pela cidade, distribuídas em treze instituições de ensino.

Adriene Bastos, da Editoria de Educação e Esporte

Foto: Jackson Rodrigues

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *