Materiais recicláveis na Educação viram motos e mudas no 22º Mutirão da Prefeitura

SME desenvolve várias atividades para visitantes do estande levando aprendizado, diversão e conscientização

Neste final de semana, 15 e 16 de junho, a Prefeitura de Goiânia realiza mais uma edição do Mutirão, desta vez no Residencial Eli Forte, região Sudoeste da Capital. Na ocasião, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) apresenta aos visitantes o modelo de salas modulares, realizando oficinas de robótica criativa, troca de materiais recicláveis por mudas, sala de leitura, pescaria matemática, boca do palhaço e apresentação artística.

O Projeto Robótica Criativa tem como objetivo dar movimento a objetos feitos com material reciclado a partir dos princípios de robótica. Nesta edição, o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) oferece oficinas para construção de minimotos elétricas. Os materiais usados são palitos de picolé e tampinhas de garrafas pet. O intuito é oferecer de modo divertido, fácil e criativo as noções de tecnologia e robótica para as crianças.

Outros serviços oferecidos no estande da Educação é a distribuição de mudas de hortaliças do projeto Horta Escolar. Ao todo, serão distribuídas 3200 mudas de alface, acelga, couve, pimenta e jiló por meio do programa Circuito Reciclar é Legal. Nele, a população leva um resíduo sólido, sendo latas de alumínio ou garrafas pet e trocam por uma muda.

Programa Escola Viva

Fora os serviços oferecidos nos estandes, a SME também executa o Programa Escola Viva em nove instituições de ensino da região. São quatro Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) – Domiciano de Faria, Clemente R. Salthier, Residencial Alphaville e Condomínio Rio Branco, e as Escolas Municipais João Vieira da Paixão, Vereador Carlos Eurico Alves, Nicanor de A. Albernaz, Honestino Monteiro Guimarães e João Alves de Queiroz. Nesta última, será feita reforma geral, com obras realizadas nos dias do Mutirão

O Programa Escola Viva é uma iniciativa da SME que visa a manutenção predial constante das instituições de ensino. A verba é liberada diretamente às gestões escolares para promover reformas e reparos gerais na estrutura física, como pintura e limpeza gerais, troca de telhado, revisões elétricas e hidráulicas. O Programa Escola Viva foi uma das primeiras ações implementadas pela nova gestão municipal na área da Educação. Em 2019, já são mais de meio milhão de reais investidos.

Adriene Bastos, da Editoria de Educação e Esporte

Arte: Jhon Maykel

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *