População do Distrito de Vila Rica lota Frente de Serviços

Além de serviços de infraestrutura, ação contou com atendimentos de saúde, atendimento das demandas da comunidade e ações culturais

Com apenas 25 anos de existência legal, o distrito de Vila Rica, a 34 quilômetros de Goiânia, lotou a 15ª Frente de Serviços realizada nesta sexta-feira, 23, na pequena comunidade de 900 habitantes.

Com ampla participação popular, a Escola Municipal José Carlos Pimenta recebeu o prefeito Iris Rezende, secretários e lideranças no início da manhã para solenidade de abertura dos trabalhos concentrados.  O clima festivo contou com apresentações musicais, dança e apresentação da banda da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

O prefeito destacou a democrática Frente de Serviços (mutirões menores) como essencial para levar os serviços a todas as regiões da cidade, em especial as que mais demandam a presença do poder público. “O Mutirão é para que os moradores de Vila Rica sintam a presença da administração pública. Anuncio uma sala modular para atender os alunos. Não queremos que fique uma criança fora da sala de aula. Estamos também providenciando as escrituras para os moradores”, afirmou.

A edição foi uma solicitação feita pela Amovir (Associação de Moradores de Vila Rica), prontamente atendida pela atual gestão municipal.  “Solicitamos ao prefeito a construção de uma biblioteca pública para cursos à população e a expansão da Praça da GO-080, com a inclusão de mais equipamentos para a academia ao ar livre”, destacou o presidente River Oliveira.

Durante toda a semana as equipes da prefeitura já realizavam operação tapa-buracos, pintura de meio-fios, limpeza e retirada de entulhos, revitalização da sinalização horizontal de trânsito e reformas de prédios públicos, que fazem parte dos trabalhos da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) e Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg).

Os serviços continuaram, com o acréscimo do atendimento à população nas área da saúde, com aferição de pressão, exames de glicemia, marcação de exames, entre outros. “Fiz o recadastramento da aposentadoria e, graças a Deus, não vou precisar ir em Goiânia neste ano”, disse contente a aposentada Maria Moreira Severo, 68, moradora há 30 anos da antiga posse de Ângelo Quirino.

Outras pastas da administração, como Educação, Finanças e Direitos Humanos, também estavam presentes. Para o prefeito Iris Rezende, essa forma de trabalho tem o objetivo de aproximar a população da administração pública. “Mutirão é solidariedade, é espírito público de uma administração que vai até a comunidade ouvir e resolver as questões”, concluiu Iris já em visitações com a comitiva de secretários e lideranças.

 

Antonio Bento, da Diretoria de Jornalismo.
Fotos: Paulo José e Jackson Rodrigues

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *