Novembro Azul chega ao CSF Madre Germana II

Unidade realizou atividades de promoção da saúde de homens da região no sábado, 24. Programação incluiu palestras, exames e atendimentos

No mês em que se chama a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina, o Centro de Saúde da Família (CSF) Madre Germana II reuniu cerca de 80 homens no sábado, 24, para celebrar o Novembro Azul. A unidade ficou aberta ao longo de todo o dia para acolher e atender os moradores do bairro. A programação incluiu palestras, aferição de pressão, teste de glicemia, agendamento de exames, avaliação bucal e lanche comunitário.

“A nossa ideia é despertar nos homens atendidos aqui a necessidade de cuidar da saúde e procurar regularmente os serviços da unidade”, explicou o coordenador geral do CSF, Erlon Murilo de Jesus. Com foco na prevenção, a atividade contribuiu para alcançar os moradores da região Sudoeste da Capital que trabalham durante a semana e não conseguiam procurar o posto de saúde no horário comercial. ‘A adesão foi alta e o movimento foi contínuo o dia todo na unidade’, comemorou o gestor.

Quem passou pela unidade foi Rubens, que mora no setor e elogiou a iniciativa. ‘Como o postinho abriu no sábado eu consegui vir passar pelos atendimentos. Trabalho durante a semana e às vezes fica muito corrido. A ação é importante e vou incentivar para que meus amigos participem na próxima’, contou. Muitos homens que procuraram o CSF relataram que estavam há algum tempo sem passar por algum tipo de consulta e que ouvir sobre prevenção os estimulou a cuidar mais da saúde.

Apesar do foco principal do evento ser a prevenção ao câncer de próstata, durante as palestras e rodas de conversa os homens também ouviram sobre a prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e a importância do uso de preservativos. A ação mobilizou os profissionais que atuam no local. Além de agentes comunitários de saúde e técnicos, os médicos, Carlos Eduardo e Maria Helena, as enfermeiras Viviane Meireles e Leila Paulete e as odontólogas Emanuele Muniz e Sandra Lima estavam no local para atendimento dos pacientes.

Lucas Lima, da editoria de Saúde
Foto: ASCOM/SMS

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *