SME exibe curtas-metragens produzidos por alunos da rede municipal

Dentro do Festival de Arte Educação trabalhos de Audiovisual são apresentados no Cine Goiânia Ouro

Educandos da rede municipal assistiram na manhã dessa terça-feira, 13, à abertura da modalidade audiovisual do Festival Arte Educação 2018, no Centro Cultural Goiânia Ouro. Temas como bullying, educação para o trânsito, matemática e produção de lixo foram produzidos por cinco instituições e exibidos na tela do teatro.

As produções variam entre os gêneros de ficção, suspense, experimental e documentário. Orientadas por professores e desenvolvidas junto aos alunos, desde o roteiro até a edição, a realização dos trabalhos de curta metragem incentiva a produção de vídeos escolares dentro da unidade educacional.

De acordo com Maria da Luz Santos Ramos, gerente de projetos educacionais da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), o audiovisual já é uma tradição dentro do Festival Arte Educação. “É o trabalho dos alunos, onde eles mostram a situação da sala de aula e ultrapassam os muros da escola, indo além da escrita e do desenho”, afirmou.

A professora de artes, Ires Costa, levou os alunos da Escola Municipal Mônica de Castro Carneiro, para apreciarem os vídeos produzidos por eles. “Um dos nossos vídeos é sobre o bullying, tema polêmico e recorrente na escola. Resolvemos trabalhar a temática, porque não dá para acreditar em uma instituição com alunos nota 10, mas que não respeitam o ser humano. E o Festival é uma ação muito importante e significativa realizada pela SME para expor esses trabalhos”, contou.

Yasmin Asafe, 11 anos, é aluna da turma do sexto ano da Escola Municipal de Tempo Integral Francisco Bibiano de Carvalho, e foi a primeira vez que teve contato com a produção audiovisual. “Já estudo há seis anos na escola e agora tive a oportunidade de ter como disciplina um assunto tão divertido. Foi um desafio, mas gostamos do resultado”, ressaltou a educanda.

Além das escolas municipais de Tempo Integral Mônica de Castro Carneiro e Francisco Bibiano de Carvalho, também participam da mostra de vídeos do Festival as escolas Marcos Antônio Dias Batista, Paulo Teixeira de Mendonça e Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Setor Progresso. A exibição das curtas continua hoje, no turno vespertino e depois no noturno, com os alunos da Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja).

Festival

O evento integra o calendário anual da SME desde 2012 tem como finalidade a exposição de projetos desenvolvidos nas instituições de ensino municipais nas áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Música, Dança e Teatro. Nos dias 30 e 31 de outubro, 14 unidades educacionais participaram da exposição de trabalhos de Artes Visuais, no Centro Cultural Octo Marques, localizado no Edifício Parthenon Center.

O Festival de Arte Educação tem cunho artístico e pedagógico e visa a promoção do acesso dos alunos aos bens culturais historicamente construídos, que oferece espaço para a criação, prática, apreciação, e reflexão artística. Além do mais, as produções apresentadas vão ao encontro do Projeto Político Pedagógico de cada instituição.

A programação do festival se estende até o dia 22 de novembro. As produções de dança, teatro e música serão realizadas nos dias 20, 21 e 22 de novembro, no Teatro da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC- GO).

Daniela Rezende, da Editoria de Educação e Esporte

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *