Prefeitura de Goiânia lança mais três novas linhas do transporte coletivo

Duas linhas circulares e uma nova linha que vai ligar o conjunto Vera Cruz II ao centro, sem escalas em terminais, foram lançadas hoje pelo prefeito Iris Rezende

A prefeitura de Goiânia lançou na manhã de hoje, 26, mais três linhas do transporte coletivo urbano da Capital. Duas dessas novas linhas farão trajetos circulares entre bairros da região Noroeste e vão atender os moradores dos setores Boa Vista, São Domingos, Floresta, Setor Estrela Dalva, Morada do Sol, Jardim Colorado e Liberdade, dentre outros, que agora não precisarão ir até o Terminal Padre Pelágio para se deslocarem dentro da região.

Ao todo, as duas linhas farão 47 viagens por dia. Tanto a linha 936 (Circular/Noroeste/Via Avenida Mangalô) e 937 (Circular/Noroeste/Via São Domingos) partirão do Terminal Recanto do Bosque. No último dia 4 de setembro, o prefeito já havia feito o lançamento de uma nova linha, a 933, que liga a região Noroeste ao Campus Samambaia da UFG, na região Norte, saindo do Terminal Padre Pelágio, passando pelo Setores Nova Esperança, Finsocial, Morada Nova, Terminal Recanto do Bosque e Balneário Meia Ponte até o Campus.

A outra linha lançada nesta manhã foi a 935 (Terminal Vera Cruz/Centro/Via Av. Leste Oeste), que  tem como principal objetivo proporcionar mais agilidade no deslocamento dos passageiros que vivem na região Oeste da Capital, ligando o Terminal Vera Cruz ao centro da cidade, sem passar por terminais de integração.

Até outubro, mais duas novas linhas serão lançadas pela Prefeitura. As medidas, segundo o prefeito Iris Rezende, têm o objetivo de facilitar o deslocamento dos moradores dessas regiões, garantindo rapidez e ganho de tempo considerável para os usuários do transporte.

“Com a expansão dos centros comerciais da Capital para os bairros, surge a necessidade da população se deslocar entre essas localidades e a criação dessas linhas, principalmente as circulares, visa dar maior mobilidade aos usuários do transporte coletivo, ao mesmo tempo que propicia uma economia no tempo de deslocamento entre a origem e o destino”, enfatiza Iris Rezende.

Cloves Reges, da Diretoria de Jornalismo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *