Workshop sobre Plataforma de Projetos BIM é parceria entre Seplanh e Sedetec

Este é o primeiro treinamento sobre a ferramenta, no qual os servidores estão conhecendo a nova aquisição da Prefeitura de Goiânia

Servidores da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) participaram na tarde desta quinta-feira, dia 20, de um workshop sobre a plataforma de projetos BIM (Building Information Model). A sigla significa Modelagem da Informação da Construção ou Modelo da Informação da Construção, sendo um conjunto de informações geradas e mantidas durante todo o ciclo de vida de um edifício.

A formação foi planejada em conjunto pela Seplanh e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec) para municiar os profissionais da pasta que irão manusear a ferramenta. “Esse primeiro treinamento é para que as pessoas possam conhecer a nova aquisição da Prefeitura de Goiânia e, nos próximos workshops, será ensinado o que cada ferramenta faz, capacitando os servidores que trabalharão com a plataforma”, explica o titular da Sedetec, Ricardo De Val Borges.

Segundo Ricardo De Val, a Administração Municipal comprou uma suíte da Autodesk para trabalhar com a plataforma BIM, onde há toda gama de produtos voltados para projetos residenciais de construção civil. “O projeto está sendo executado pela Seplanh e a ideia é que a Prefeitura comece a recepcionar os projetos de construção via plataforma BIM. Estamos trabalhando para que as análises sejam feitas de forma automática e deixando a parte granular para os nossos analistas da Prefeitura. O objetivo é garantir mais agilidade na aprovação dos projetos, sendo mais um complemento para o Alvará Fácil e Certidão de Conclusão de Obra Fácil”.

Um projeto de inovação é o termo escolhido pelo secretário da Seplanh, Henrique Alves, para definir a inserção da plataforma BIM na operacionalização dos serviços prestados pela Prefeitura de Goiânia. “Precisamos elevar Goiânia para a próxima etapa, para o século da tecnologia. Queremos fazer com todas as análises da Secretaria passem pela plataforma BIM e é dessa forma que colocaremos o nosso município como a Capital mais avançada do país. Quem ganha com essas ações que desenvolvemos aqui é todo cidadão que mora nesta cidade”, arremata o titular de Planejamento Urbano.

Luciana do Prado, editoria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *