Prefeitura de Goiânia inaugura salas modulares no Residencial Nelson Mandela

Quatro salas foram instaladas na Escola Municipal Professora Antônia Maranhão do Amaral e aulas começam na próxima segunda, 27

Na manhã desta sexta-feira, 24, a Prefeitura de Goiânia inaugurou as salas modulares para atender as crianças do Residencial Nelson Mandela, na Região Noroeste da Capital. As estruturas foram instaladas na Escola Municipal Professora Antônia Maranhão do Amaral, no Jardim Vera Cruz II.

Ao todo, são quatro salas modulares que atenderão 240 alunos da pré-escola e Ciclos I e II, sendo 120 no período matutino e 120 no período vespertino. As aulas para os novos matriculados começam na próxima segunda-feira, dia 27, e a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) vai reajustar os conteúdos para que não haja prejuízo no aprendizado das crianças.

A solenidade de inauguração contou com uma apresentação cultural de alunos da Educação Infantil para o prefeito Iris Rezende, que falou sobre o compromisso da gestão municipal com a ampliação de vagas na Educação e a oferta de um ensino de qualidade para todas as crianças matriculadas nas unidades educacionais de Goiânia.

“Sempre assumi um compromisso muito forte com a educação, porque o primeiro item para fazer de uma criança um adulto com formação à altura é a educação. Hoje, nós estamos com mais de 100 mil crianças matriculadas nas instituições municipais, temos que abrir espaço para que num futuro próximo não tenhamos crianças sem estudar por falta de escolas”, disse.
O secretário de Educação e Esporte, professor Marcelo Costa, salientou que as salas modulares são fruto do planejamento da SME que visão diminuir o déficit de alunos fora da escola e ampliar as vagas ofertadas pela Prefeitura de Goiânia, tanto na Educação Infantil quanto no Ensino Fundamental.

“O que se torna realidade hoje, aqui, é o resultado do planejamento da SME, que previa a expansão de vagas por três formas: a construção de Cmeis novos ou término das obras que estavam paradas, o aluguel de prédios para que servissem de escola e a instalação de algum tipo de sala de montagem rápida. No caso do Residencial Nelson Mandela, tínhamos uma demanda muito grande das famílias que se mudaram, então a Prefeitura prontamente se dispôs a colocar salas modulares que era a forma mais rápida de provermos as vagas. O que acontece hoje é o início de um processo de redução do déficit de vagas”, pontuou.

As salas modulares são uma opção rápida e de custo reduzido que consistem em estruturas feitas de aço de alta resistência, com paredes de painel isotérmico, que portam sistemas elétricos, lógicos, hidráulicos e de refrigeração, normatizados pelos órgãos de vigilância responsáveis.

A diretora da EM Professora Antônia Maranhão do Amaral, Josélia Barros, contou que o corpo discente da instituição já fez reuniões de planejamento para receber de forma adequada os novos alunos. Ela frisou o apoio da SME e das Coordenadorias Regionais de Educação no processo de inserção pedagógica das crianças na escola.

“Vamos receber uma nova equipe para completar a equipe da escola. Já fizemos um planejamento e teremos outro dia 31, para prepararmos a acolhida das novas crianças. A expectativa para o início das aulas na segunda está muito alta. Eles serão inseridos em todos os projetos da escola, vamos seguir trabalhando”, declarou.

Além desta instituição, as instalações serão colocadas na Escola Municipal Arão Fernandes de Oliveira, no Setor das Nações, também na região do Residencial Nelson Mandela, nos próximos dias, abrindo mais 150 vagas para as crianças do bairro.

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte
Fotos: Laís Borges

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *