Reeducandos completam cem dias de trabalho nos parques

Presidente da Amma afirma que o trabalho melhorou significativamente os locais e destacou o lado social do programa em promover a reinserção social

O presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma), Gilberto Marques Neto, participou de evento realizado pelo Ministério Público de Goiás na manhã desta quarta-feira, 22, no Bosque dos Buritis. O encontro marca os cem dias de trabalho desenvolvido por 50 presos do regime semiaberto em parques da Capital. “O que estamos vendo aqui neste evento é a constatação positiva dessa parceria entre Prefeitura de Goiânia, por meio da Amma, Ministério Público e Diretoria-Geral de Administração Penitenciária”, disse Gilberto Neto, destacando que “o trabalho dos reeducandos participantes do Programa Recuperando Pessoas e Parques tem promovido melhoria significativa nesses espaços”. Ele também apontou a importância social do programa em oferecer aos presos a oportunidade de reinserção social e torná-los aptos a se ingressarem no mercado de trabalho.

Idealizador do programa, o promotor de Justiça Marcelo Celestino, que é titular da 25ª Promotoria de Goiânia, relatou estar muito satisfeito com a parceria com a Amma. Ele ainda noticiou que mais 50 presos também atuarão na prestação de serviço junto à Secretaria Municipal de Assistência Social, e que posteriormente serão ao todo 300 reeducandos do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia a prestarem serviço da Prefeitura de Goiânia. Nesses cem dias de trabalho, os presos prestaram serviços de limpeza, roçagem e plantio de árvores nos parques Bosque dos Buritis, Flamboyant, Macambira, Areião, Lago das Rosas, Vaca Brava, Jaó, Leolídio di Ramos Caiado, Nova Esperança e Carmo Bernardes.

Estavam também presentes no evento o procurador-geral de Justiça, Benedito Torres; o diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Edson Costa Araújo; o procurador-geral do Município, Breno Marques (que estava representado o prefeito Iris Rezende); o presidente do Conselho da Comunidade, Marcelo Borges; o diretor de Parques e Unidades de Conservação, Ormando Pires, entre outras autoridades. Presença de alguns veículos de comunicação e dos reeducandos que trabalham especificamente no Bosque dos Buritis.

Sinésio Dioliveira, da editoria de Meio Ambiente.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *