Profissionais encerram formação do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Encontros e debates foram realizados com o tema Leitura e Escrita na Educação Infantil

Cerca de 400 profissionais da rede municipal de ensino participaram na noite desta terça-feira, 21, no auditório do Colégio Emanuel, do encerramento do curso de formação do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Com início em novembro do ano passado, os encontros foram realizados com o tema: Leitura e Escrita na Educação Infantil.

O Pnaic é uma proposta do Ministério da Educação (MEC), que conta com a participação dos governos estaduais e municipais. Em Goiânia, é mediado pela Gerência de Formação dos Profissionais da Educação da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), e tem o objetivo de promover encontros para reflexões e debates sobre os desafios na educação pública.

Pela primeira vez, o Programa propôs um tema voltado especificamente ao letramento na Educação Infantil. “Parabenizo aos profissionais que se empenharam e chegaram até aqui. Este curso é muito importante para os tornaram mais capacitados para atender cada vez melhor as crianças de Goiânia. A equipe da SME se empenhou muito para que tudo desse certo. Temos uma rede com excelentes profissionais o que nos torna exemplo para o país”, afirmou o diretor pedagógico da SME, Manuel Bomfim.

De acordo com a gerente de formação da SME, Vilma Luíza Pinto, a conclusão do curso é motivo de muita alegria, orgulho e sensação de dever cumprido. “No início passamos por muitas dificuldades, ansiedade, e tentamos fazer sempre o melhor. Vencemos e hoje estamos aqui para celebrar nossa conquista. Goiânia conseguiu fazer um trabalho de muita qualidade dentro do Pnaic. Agradeço a cada um dos formadores e dos cursistas, que buscaram sua qualificação para levar ao dia a dia lá na instituição o que aprenderam com o Programa”, ressaltou.

Formadora e apoio pedagógico da Gerência de Educação Infantil da SME, Sandra Cristina Gomide dos Santos, relembrou toda a trajetória dos encontros e falou sobre os resultados conquistados. “No começo tínhamos que aliar o tema da formação à proposta político pedagógica de Goiânia de forma realmente significativa aos nossos professores. E hoje, posso dizer que conseguimos isso. Temos a certeza de que nosso objetivo foi atingido na Educação Infantil”, comemorou.

Quem partiu da formação também teve motivos para comemorar o êxito. A pedagoga Elizani Lopes tem 16 anos de formação e nove anos de rede municipal. Segundo ela, nunca tinha tido a oportunidade de fazer um curso tão específico e com um material tão rico. “Pnaic foi para mim uma possibilidade de ampliar horizontes, ver novos caminhos, reciclar, trocar experiências com outros profissionais do Brasil, ter acesso a um conteúdo muito bem elaborado e focado no letramento, que é o nosso maior desafio na Educação Infantil”, concluiu.

Lívia Máximo, Educação e Esporte
Fotos:  Benjamin Bagmanian

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *