Prefeitura assina acordo para revitalizar Avenida Castelo Branco

Projeto visa promover mudanças que vão desde intervenções na paisagem, mobilidade de calçadas, estacionamentos e no trânsito da via

A Prefeitura de Goiânia, juntamente com a Câmara Temática de Agronegócio da Acieg, o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese), assinaram nesta segunda-feira, 13, acordo que prevê a revitalização da Avenida Castelo Branco.

O projeto desenvolvido por várias secretarias da administração municipal, em parceria com empresários, foi apresentado ao público na ocasião do encontro. O evento contou com a presença do prefeito Iris Rezende, lideranças governamentais e classistas, agentes do setor produtivo e empresários que apoiam a ação.

O prefeito destacou que o objetivo é garantir desenvolvimento à região. “Faremos um projeto cuidadoso pensando na diversificação do comércio, incluindo incentivos fiscais, revitalização das calçadas, organização do trânsito e tudo que for necessário para que a região se consolide como centro de turismo comercial de Goiânia”, afirmou Iris.

O presidente da Acieg, Euclides Barbo, falou sobre a preocupação do prefeito em modernizar a capital. ‘Goiânia ganha muito em todas as administrações de Iris Rezende. É um administrador que pensa lá na frente, no futuro. Mesmo num cenário de crise financeira que assola o País, o prefeito busca parcerias e projetos criativos para desenvolver a Capital.’

Já o presidente da Câmara Temática de Agronegócios da Acieg, Ricardo Cantaclaro, defende a participação dos empresários e produtores na revitalização da Agrovia. “O objetivo é transformar a via no maior ponto comercial para agropecuária no Brasil e transformar Goiânia como a capital nacional do Agronegócio”, disse Cantaclaro.

O projeto visa realizar mudanças que vão desde intervenções na paisagem do local, na mobilidade de calçadas e estacionamentos e no trânsito da via, bem como medidas estratégicas que garantirão as condições para que a região se sustente enquanto polo de comércio agropecuário na capital, atraindo mais compradores e novos investimentos. As mudanças compreendem o trecho que situa-se entre a praça Ciro Lisita e a região do Terminal Pe. Pelágio.

Antônio Bento, da Diretoria de Jornalismo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *