Prefeitura discute parcerias para a gestão de resíduos sólidos na capital

Objetivo é desenvolver ações paralelas ao Plano Municipal de Resíduos Sólidos, visando à preservação do meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável

O prefeito Iris Rezende se reuniu nesta sexta-feira, 03, com representantes da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) para discutir parcerias com objetivo de melhorar a gestão de resíduos sólidos na capital. O trabalho conjunto será realizado paralelamente às atividades do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, visando à preservação do meio ambiente e à garantia do desenvolvimento sustentável de Goiânia.

“A gestão de resíduos tem sido um dos principais desafios das cidades brasileiras nos últimos anos e em Goiânia não é diferente’, afirmou o prefeito. ‘Não há espaço para tanto lixo gerado diariamente, por isso, vamos fazer parcerias e fazer o que for possível para dar alternativas a esse problema’, finalizou.

Fundada em 1976 por um grupo de empresários pioneiros nas atividades de coleta e transporte de resíduos sólidos, a Abrelpe conquistou a representação na entidade internacional ISWA (International Solid Waste Association) no Brasil e é reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O coordenador da associação, Odair Segantini, disse que há pouco tempo a questão dos resíduos sólidos sequer era preocupação de debate. ‘Hoje vemos prefeituras, como a de Goiânia, discutindo formas de solucionar os problemas e buscando parcerias para melhorar a destinação dos resíduos sólidos’.

Segundo a Abrelpe, o Brasil é o quarto maior produtor de resíduos do mundo, depois da China, Estados Unidos e União Europeia. Porém é o quinto em coleta e destinação. “Cada brasileiro gera 380 quilos de resíduos ao ano, mais de 42% do lixo coletado vai para áreas inadequadas e o custo desse serviço é alto’, explicou Odair Segantini. Para ele, diante da realidade atual, é preciso antes de mais nada reduzir a produção de lixo e pensar em alternativas de destinação ambientalmente justas.

Uma segunda reunião será marcada para o próximo mês, para discutir ações concretas da parceria entre a Prefeitura e a Abrelpe.

Valéria Almeida, da Diretoria de Jornalismo
Foto: Wallissy

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *