Limpeza de bocas de lobo chegou a 72 bairros no mês de julho

Mais de 275 toneladas de lixo foram retiradas de cerca de 2 mil bueiros

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) fechou o mês de julho com mais de 2 mil bocas de lobo limpas. Servidores da Seinfra atuaram em 72 bairros, atingindo todas as regiões da Capital. Foram atendidas 48 ordens de serviços e 94 ofícios. Ao todo, a Seinfra limpou 2.340 bocas de lobo e recolheu mais de 275 toneladas de resíduos.

Somando a isso, os trabalhadores realizaram a limpeza de mais de 3 quilômetros de tubulação pluvial, limparam 22 poços de visitas e fizeram  276 vistorias com o objetivo de prevenir alagamentos de vias, calçadas e até mesmo de casas. Segundo o titular da pasta, Dolzonan da Cunha Mattos, a Seinfra trabalha para que no próximo período chuvoso os transtornos com alagamentos sejam minimizados. “Nosso trabalho é constante, diariamente nossos operários atuam, até mesmo nos finais de semana, para que os sistemas de escoamento de águas pluviais funcionem perfeitamente”, argumentou.

Cerca de 40 operários da Seinfra atuam nos serviços de limpeza e outros 45 servidores na recuperação e reposição de tampas de poço de visita e de bocas de lobo. Ao todo, 85 trabalhadores percorrem, de forma rotineira, ruas e avenidas de Goiânia realizando esses trabalhos. Somando a esses, outros 120 profissionais estão empenhados na missão de até as próximas chuvas deixar os sistemas de captação pluvial limpos.

No ano passado, cerca de 30 mil bocas de lobo receberam os serviços de limpeza e mais de 3 mil toneladas de lixo foram recolhidas delas. O serviço é realizado manualmente e por meio de um caminhão hidrojato que dispara, quando necessário, jato de água em alta pressão para desobstruir galerias de águas pluviais entupidas com resíduos sólidos.

A Seinfra pede a colaboração dos moradores, já que o entupimento das bocas de captação pluvial está diretamente ligado ao mau hábito da população de jogar lixos nas ruas e calçadas. Os efeitos aparecem principalmente no período chuvoso, quando o lixo que vai parar nas bocas de lobo impede o escoamento da chuva e a água acumulada invade ruas, calçadas e muitas vezes residências. Garrafas pet, embalagens plásticas, pneus velhos, latinhas e “sacolinhas de lixo” são os objetos mais encontrados nas bocas de lobo.

O cidadão que quiser solicitar os serviços de responsabilidade da Seinfra pode ligar nos telefones 3524-8363 e 3524-8373.

Guilhermino Vieira, da editoria de Infraestrutura e Serviços Públicos.
Fotos: Wemerson de Moura

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *