Cooperação técnica entre BID e Prefeitura gera benefícios à Goiânia

Ações visam o fortalecimento institucional da administração municipal, melhoria da infraestrutura sanitária, continuidade do Puama e melhoria da qualidade de vida da população

Apresentar soluções para as questões da infraestrutura sanitária do município e dar continuidade ao Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama), esse é o teor do convênio de Cooperação Técnica celebrado pela Prefeitura de Goiânia com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e que resultou na série de estudos entregues na manhã desta quarta-feira, 1°, pelo secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Henrique Alves, ao prefeito Iris Rezende.A entrega foi acompanhada por técnicos da Seplanh Goiânia, pelo Coordenador Executivo da Unidade Executora do Puama, Flavio Máximo, e pelo presidente da Companhia Municipal de Urbanização (Comurg), Aristóteles de Paula, uma das pastas da administração municipal que serão beneficiadas pelos estudos apresentados.

O convênio faz parte das ações desenvolvidas pelo Puama junto ao BID com vistas a apoiar a administração municipal no desenvolvimento de estudos, projetos e atividades necessários para a definição, planejamento e preparação do Programa de Saneamento e Requalificação Ambiental do Município de Goiânia (PROSAN).

Em linhas gerais, o PROSAN, como é denominado, tem como objetivo propor soluções para os problemas enfrentados pela Capital na área de saneamento ambiental em Goiânia, por meio da realização de obras de micro e macrodrenagens, ampliação viária e abertura de novas vias. Além disso engloba a construção de parques lineares, a urbanização de áreas públicas e a realocação das famílias que se encontram nas áreas de intervenção do Programa Macambira Anicuns.

De a acordo com o secretário municipal de Planejamento, Henrique Alves, “esses estudos propiciarão melhorias para a cidade como um todo, uma vez que visam a melhoria da gestão e redução de custos operacionais, bem como o fortalecimento técnico e institucional da administração municipal”, afirmou.

Outras pastas que serão beneficiadas com os estudos entregues hoje ao prefeito são a de Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e de Regulação (ARG) e a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra). “Os relatórios apresentam sugestões de melhoria da gestão e tratamento dos resíduos sólidos, com a correção de processos erosivos e intervenções para a recuperação e preservação de nascentes, além de apresentar sugestões para a implantação de áreas de lazer e convivência para a comunidade e demais benefícios provenientes da conclusão do Programa Macambira Anicuns.

Carta-Consulta

Visando a continuidade das obras do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Unidade Executora do Programa (UEP), protocolou carta de intenção em novembro do ano passado na Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento (SEAIN), para a obtenção de novos recursos junto ao BID para viabilização da segunda etapa de obras do Puama. O pedido aguarda resposta da SEAIN para apresentação do pleito em Brasília junto à COFIEX, que é a Comissão de Financiamento Externo composta por diferentes órgãos da Esfera Federal e cuja Secretaria Executiva é SEAIN/MP. A finalidade da comissão é avaliar Projetos cuja matriz de financiamento possua recursos externos oriundos de Organismos Financeiros Internacionais de Desenvolvimento Multilaterais ou Bilaterais, como, por exemplo, Banco Mundial (BIRD) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Willian Assunção, da editoria de Palnejamento Urbano e Habitação, e Selma Soares, da diretoria de Planejamento.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *