Saúde registra quase cinco mil atendimentos durante Mutirão

Oftalmologia, cardiologia, nutrição e odontologia foram alguns dos serviços disponibilizados aos moradores das regiões Oeste e Noroeste

Durante os dois dias do Mutirão da Prefeitura realizado no último fim de semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) registrou 4.848 atendimentos à população das regiões Oeste e Noroeste da Capital. Destes, 2.670 foram realizados nos estandes montados na Avenida Perimetral Norte, no Jardim Nova Esperança, e 2.178 oriundos das visitas domiciliares realizadas pelos agentes de combate às endemias. O serviço de oftalmologia foi um dos mais procurados e 850 pessoas foram atendidas no espaço destinado para cuidar da saúde dos olhos.

A Saúde disponibilizou serviços em diversas especialidades, que incluíram desde vacinas à encaminhamentos para cirurgias. Entre os exames oferecidos, os que diagnosticam hipertensão arterial e diabetes foram os que registraram maior procura com 780 cidadãos atendidos. Já 143 pessoas realizaram o eletrocardiograma, teste que avalia a atividade elétrica do coração, e saíram com o laudo em mãos. Além da oftalmologia, as consultas com especialistas também atraíram o público. Os médicos cardiologistas realizaram 65 atendimentos, os nutricionistas 75 e os odontólogos 160.

Para a secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, o trabalho itinerante realizado pela gestão do prefeito Iris Rezende ajuda a diminuir o tempo de espera para os pacientes que precisam de consultas com especialistas. ‘Tivemos muitas pessoas realizando o risco cirúrgico e tendo suas cirurgias encaminhadas. Um paciente foi diagnosticado com infarto do miocárdio e imediatamente encaminhado para cirurgia. O Mutirão é apenas uma das muitas ações que estamos fazendo para melhorar a saúde e o atendimento prestado à população,’ destacou a titular da SMS.

Entre as pessoas que procuraram os serviços o sentimento era de satisfação. A moradora do setor Cândida de Morais, Maria do Carmo Pereira, de 62 anos, comemorou a realização do exame de retinografia. Já o microempresário do ramo de confecção Breno Costa Ferreira, de 48 anos, morador do Santos Dumont, conseguiu encaminhamento para a retirada de abcesso na altura da coluna cervical: ‘Estava muito preocupado e com muita dor, agora saio daqui mais tranquilo. Logo, logo vou fazer a cirurgia’, contou.

Com foco na prevenção e promoção da saúde, o Mutirão ofereceu atendimento para prevenção de câncer de boca, orientações para quem quer parar de fumar e incentivou a prática de exercícios físicos. Dentistas, técnicos em saúde bucal e nutricionistas ficaram à disposição da população para tirar dúvidas. As atividades de conscientização sobre o tabagismo atraíram 80 pessoas.

Os serviços da Saúde no Mutirão foram além dos oferecidos nos estandes do Jardim Nova Esperança e avançaram pelas ruas de 12 bairros das regiões Oeste e Noroeste com a intensificação das visitas domiciliares pelos agentes de combate às endemias. O trabalho de controle do Aedes aegypti visitou 2.178 imóveis e identificou três focos do mosquito. Além do trabalho de eliminação e tratamento de criadouros, a população recebeu orientações para evitar a proliferação do vetor no período da seca.

Pedro Ferreira, da editoria de Saúde.
Foto: Divulgação/Prefeitura de Goiânia

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *