Seinfra divulga dados de serviços realizados no primeiro mutirão de 2018

Serviços de tapa buracos, limpeza de bocas de lobo e recuperação de meios-fios são os mais solicitados pela população

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) divulga nessa terça-feira, 03, os dados de serviços executados durante o primeiro Mutirão da Prefeitura de Goiânia de 2018, na região Noroeste da Capital. Os serviços executados pela pasta são: limpeza de bocas de lobo, tapa buracos, reposição de meios-fios, troca de lâmpadas, vistorias em sistema de capitação pluvial e limpeza de áreas públicas, entre outros.

Os serviços mais solicitados pela população nesse mutirão foram tapa buracos, limpeza de bocas de lobo e reposição de meio-fio. Entre os dias 25 e 30 de junho, operários da Seinfra realizaram 95 vistorias, limparam 484 bocas de lobo e recolheram mais de 53 toneladas de lixo. Além disso, equipes dos serviços de manutenção da iluminação pública trocaram 1.230 lâmpadas em quatro praças e em vias públicas da região.

Por outro lado, os serviços de tapa buracos utilizaram mais de 140 toneladas de massa asfáltica e taparam aproximadamente 2 mil buracos nos bairros da região Noroeste. Outras equipes dos serviços de manutenção de vias públicas realizaram a reposição de 1.728 metros lineares de meio-fio que atingiram diversos bairros da região. Operários dos serviços de arruamento, fizeram a limpeza de 800 m² de área pública.

Ao todo, oito bairros foram beneficiados com os serviços da Seinfra no Mutirão da Prefeitura de Goiânia, sendo eles: Vila Mutirão, Jardim Liberdade, Residencial Fortaleza, Residencial Green Park, Setor Novo Planalto, Residencial Prive Norte, Residencial Menções Paraíso e Jardim das Hortências.

O secretário municipal de Infraestrutura, Dolzonan da Cunha Mattos, destaca a importância do mutirão para a população. “Estamos otimistas com os resultados desse mutirão, os serviços prestados pela Prefeitura à população são serviços de qualidade que beneficiam e valorizam a região”, afirmou.

Guilhermino Vieira, da editoria de Infraestrutura e Serviços Públicos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *