Sedetec reúne micro e pequenos empresários para lançamento do Programa Empreende Gyn

Evento ocorre nesta segunda-feira, dia 14 de maio, às 9 horas, com a presença do prefeito de Goiânia, Iris Rezende.

A cerimônia de lançamento do Programa Empreende Gyn está marcada para esta segunda-feira, dia 14, às 9 horas, no Salão Nobre do Paço Municipal, e contará com a presença do prefeito de Goiânia, Iris Rezende. Evento é o marco inicial do projeto coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), que garantirá auxílio para boa gestão dos negócios de micro e pequenos empresários da Capital.

Esse apoio oferecido pela Prefeitura vem por meio de treinamento, disponibilidade de linhas de crédito, mentoria e acompanhamento pós-curso. O período da formação começa no dia 14 de maio e reúne duas turmas de alunos, cada uma contendo 40 participantes, os quais receberão as orientações nos turnos matutino ou vespertino. Tais vagas abertas pela Sedetec foram preenchidas em apenas 48 horas, mas o interessado ainda pode fazer seu cadastro pelo endereço www.goiania.go.gov.br para a lista de espera.

De acordo com a coordenação do programa, a etapa de treinamento ocorrerá nos dias 15, 21, 22 e 23 de maio, totalizando a carga horária de 16 horas/aula. Serão quatro encontros presenciais para o repasse de conhecimento sobre os temas: Empreendedorismo e Inovação; Como estruturar o meu negócio, que engloba subtemas como análise do mercado, público-alvo, atividades-chave e parceiros; Marketing e Mídias Sociais com foco em vendas; e Organização e Planejamento Financeiro.

O Grupo de Pesquisa e Extensão em Marketing e Comportamento do Consumidor (ADMKT) da Universidade Federal de Goiás (UFG), será um dos parceiros e responsável por ministrar o curso de marketing, vendas e mídias sociais. Ele foi fundado em 2012 pelos docentes e pesquisadores Marcos Severo e Ricardo Limongi, professores efetivos da UFG, e incorpora a integração entre pesquisa e mercado. A atuação dessa equipe tem por objetivo formar profissionais de mercado ou pesquisadores com conhecimento analítico para solucionar problemas mercadológicos de diferentes setores.

Além da UFG, o Empreende Gyn também conta com a parceria da Caixa Econômica Federal e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A instituição financeira apresentará os produtos que compõem o Programa Caixa Crescer, entre eles, o microcrédito giro Caixa orientado, que tem plano de empréstimos que varia de R$ 300 a R$ 15 mil; a maquininha, ferramenta para receber pagamentos via cartão de crédito ou débitos das principais bandeiras e não tem mensalidade; e o seguro odonto fundamental, que tem cobertura em todo Brasil. Já a participação do Sebrae será na área da mentoria e acompanhamento dos negócios.

Também apoiam o evento a Federação das Associações de Jovens Empreendedores e Empresários do Estado de Goiás (FAJE) e a Associação dos Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJEGoiás). As entidades foram responsáveis por indicar empresários que pudessem repassar, com veracidade e precisão, a dinâmica gerencial do mercado onde micro e pequenos empreendedores goianienses atuam.

Para o secretário Ricardo De Val Borges, a proposta da Sedetec é fazer as edições do Empreende Gyn de forma permanente, no transcorrer do ano. “Temos a expectativa de trazer mais parceiros para o projeto. A organização desse primeiro evento nos mostrou o grande interesse dos comerciantes da nossa cidade e também a carência desse tipo de auxílio. Queremos ampliar não só com apoiadores, mas também estruturalmente, comportando um número maior de participantes. Acredito que a execução do programa trará um benefício significativo, oferecido pela Prefeitura de Goiânia, tanto para os empresários quanto para a cidade”, destaca De Val.

Perfil dos inscritos

A equipe do Programa Empreende Gyn traçou o perfil do público participante da proposta, que iniciará treinamento na próxima terça-feira, dia 15. De acordo com os registros coletados, 59% dos inscritos são do sexo feminino 59% e 41%, do sexo masculino; a idade média dessas pessoas é 37 anos, sendo que o maior percentual contabilizado está na faixa etária dos 28 aos 41 anos.

Na parte de experiência desse público, 66% dos inscritos nunca participaram de um curso de capacitação em gestão. Aqueles que utilizam as mídias sociais representam 50% do total, 13% utilizam o comércio eletrônico, e 32% não utilizam recursos tecnológicos. Esses percentuais, para o chefe de gabinete e coordenador do programa, Celso Camilo, mostram que a gestão desses empresários é feita pela intuição e vivência do dia a dia. “Essa forma de conduzir os negócios também tem valor, mas o que tentamos fazer aqui é colocar mais conhecimento no processo para alavancar essas empresas”, arremata.

Luciana do Prado, editoria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *