Prefeitura fortalece capacidade competitiva de microempresários

Lançamento do programa Empreende Gyn ocorreu na manhã desta segunda-feira e contou com a presença do prefeito Iris Rezende, que destacou a importância da ação para o desenvolvimento econômico do município

O Salão Nobre do Paço Municipal sediou na manhã desta segunda-feira, dia 14, o lançamento de um importante programa que busca oferecer subsídios para o crescimento dos negócios de micro e pequenos empresários da Capital. Trata-se do Empreende Gyn, uma proposta que, segundo o prefeito Iris Rezende, traz mais preparo à juventude goianiense para iniciar um projeto comercial. “Esta é a oportunidade aos que se sentem inseguros para empreender e desenvolver atividades que possam alavancar suas vidas profissionais e ainda colaborarem com o desenvolvimento econômico da cidade”, destacou o chefe do Executivo.
O planejamento para execução do programa, segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia, Ricardo De Val Borges, foi o resultado de uma determinação de Iris Rezende. “O prefeito nos repassou que o foco da administração é manter uma cidade organizada e, ao mesmo tempo, contribuir com estratégias que facilitem o sustento das pessoas. Em posse dessas definições, nós promovemos encontros dentro da secretaria e nos debruçamos em estudos para atingir a maior parcela dessa população, fornecendo um desenvolvimento sustentável”, afirmou o gestor.
O que se obteve com os estudos realizados foi, segundo De Val, a proposta de implementar o Programa Empreende Gyn, o qual oferece orientação, linhas de crédito, tecnologia e mentoria aos micro e pequenos empresários da cidade. “Na área de tecnologia, por exemplo, o que se pretende é oferecer estratégias mais amplas, não só nos quesitos de informática, mas na parte de tecnologia de produção e de melhoria de atendimento”, destacou o secretário.
Já sobre o convênio com a Caixa Econômica Federal, Ricardo De Val citou que a Prefeitura de Goiânia recebe esse auxílio fundamental da instituição financeira, a qual disponibiliza microcréditos aos participantes. “Além de apresentar planos de empréstimos que variam de R$ 300 a R$ 15 mil, a Caixa também mostrará os produtos que compõem o Programa Caixa Crescer, entre eles, a maquininha e o seguro odonto fundamental”.
De acordo com o secretário, a ideia do programa é atingir todo esse público que queira empreender no município, dando não apenas capacitação, mas fazendo ainda o acompanhamento desses empresários após finalização do curso com a ajuda do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). “Todo esse complexo de benefícios que é oferecido hoje, junto aos nossos parceiros, será estendido no decorrer de todo ano. Nós já estamos com o planejamento de abrir, em breve, a próxima turma do Empreender Gyn. Precisamos fechar apenas as datas, mas assim que definidas, divulgaremos no site da Prefeitura”, adiantou Ricardo De Val.
Capacitação e Parceiros
A solenidade de lançamento do programa foi marcada pela palestra “Empreendedorismo: erros e acertos”. Tema é o início do treinamento que prosseguirá nos dias 15, 21, 22 e 23 de maio. Serão quatro encontros presenciais para o repasse de conhecimento sobre os temas: Empreendedorismo e Inovação; Como estruturar o meu negócio, que engloba subtemas como análise do mercado, público-alvo, atividades-chave e parceiros; Marketing e Mídias Sociais com foco em vendas; e Organização e Planejamento Financeiro.
O Grupo de Pesquisa e Extensão em Marketing e Comportamento do Consumidor (ADMKT) da Universidade Federal de Goiás (UFG), será um dos apoiadores e responsável por ministrar o curso de marketing, vendas e mídias sociais. Ele foi fundado em 2012 pelos docentes e pesquisadores Marcos Severo e Ricardo Limongi, professores efetivos da UFG, e incorpora a integração entre pesquisa e mercado. A atuação dessa equipe tem por objetivo formar profissionais de mercado ou pesquisadores com conhecimento analítico para solucionar problemas mercadológicos de diferentes setores.
Além da UFG, Sebrae e Caixa, também apoiam o evento a Federação das Associações de Jovens Empreendedores e Empresários do Estado de Goiás (FAJE) e a Associação dos Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJEGoiás). As entidades foram responsáveis por indicar empresários que pudessem repassar, com veracidade e precisão, a dinâmica gerencial do mercado onde micro e pequenos empreendedores goianienses atuam.
Luciana do Prado, editoria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *