Jacarés e aves são tema de atividade para Cmei no Zoológico

Ação integra projeto O bicho é gente boa, coordenado e idealizado pela equipe de Educação Ambiental do Parque

Cerca de 50 crianças, de 4 e 5 anos, do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Jardim Guanabara I visitaram na manhã de hoje, 10, o Parque Zoológico de Goiânia e aprenderam um pouco mais sobre jacarés e aves. A aula diferente integra o projeto “O bicho é gente boa”, coordenado e idealizado pela equipe de Educação Ambiental do Parque.

Com um trabalho lúdico, as crianças da instituição escutaram a explicação sobre as estruturas corpóreas dos animais, espécies, hábitos, localização geográfica no mapa, alimentação, importância na cadeia alimentar e outros aspectos. Depois, os educandos visitaram o Museu de Zoologia e tiveram acesso aos jacarés e aves empalhados e, também aos animais vivos nos recintos. O passeio estimulou ainda a alimentação saudável e o descarte correto dos resíduos, a partir do piquenique com frutas.

De acordo com a professora regente da turma de 4 anos, Priscylla Diniz Amaral, o trabalho com o jacaré surgiu na sala de aula no mês de fevereiro, a partir da história “O Crocodilo e o Jacaré”. “Durante a história, as crianças começaram a fazer algumas perguntas e o projeto começou a partir do interesse delas. Trabalhamos com os dois animais por terem características parecidas e com as dúvidas dos alunos resolvemos marcar com a equipe no Zoológico, para aprofundar o assunto. Complementa o que ensinei e é algo voltado ao projeto da minha turma”, ressaltou.

Já a pedagoga Cleidimar Aparecida Freitas, da turma de 5 anos, realiza com as crianças o projeto “Toc, Toc, quem mora aqui?”, sobre o joão-de-barro. “Em uma árvore do Cmei tínhamos uma casinha do joão-de- barro e as crianças despertaram a atenção para qual bicho vivia ali. Assim começou nossa intervenção, com textos, músicas, poesias, construção de mosaico. Ainda vamos trabalhar outros aspectos, como, por exemplo, construir uma casa de joão-de-barro”, destacou a professora.

João Davi da Silva Lopes, 4 anos, gostou do que viu e aprendeu. “Eu vi o jacaré pela primeira vez e aprendi que não podemos chegar perto dele, porque ele se sente ameaçado e pode nos atacar. Ele nasce do ovo, come carne e vive no lago doce. No Brasil tem o jacaré-açu, de papo amarelo e o tinga”, comentou a criança.

O bicho é gente boa

O projeto “O bicho é gente boa” teve início em 2018 e já atendeu cinco unidades educacionais da rede municipal, com as temáticas envolvendo jacaré, lobo guará, aves e serpentes. As ações pré definidas são disponibilizadas às instituições por meio de agendamento prévio, pelo telefone 3524-2391, de acordo com os projetos dos Cmeis. As ações do Zoológico tem a parceria da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) e Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul).

As atividades buscam desenvolver a linguagem, criatividade, expressão corporal e a coordenação motora. As crianças são estimuladas a construírem conceitos científicos, distinguindo as diferenças e semelhanças entre os animais humanos e não humanos, observam as diversas formas de movimento dos animais, identificam diferentes texturas e sons, assim trabalhando os cinco sentidos (visão, audição, tato, paladar e olfato).

De acordo com Christiane Oliveira, apoio pedagógico no Zoológico, as crianças dessa idade precisam de um olhar diferente quando visitam o Parque. “O nosso Núcleo de Educação Ambiental desenvolve essa ação para ampliar o acesso e a qualidade do atendimento desses alunos, pensando no contato delas com os elementos naturais, possibilitando a consciência, a interação com o meio e de sua integração no mundo”, ressalta.

Daniela Rezende, editoria de Educação e Esporte.
Fotos: Aline Cavalcanti

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *