Escola municipal no Parque Amazônia recebe reforma geral

Obras incluem pintura geral, manutenção elétrica, hidráulica, substituição de telhas, construção de rampa de acessibilidade e canalização pluvial

A Escola Municipal Professor Trajano de Sá Guimarães, localizada no Parque Amazônia, está em fase final de reforma geral. Neste ano a escola completa 40 anos de existência e tem muito a comemorar com a nova pintura, manutenção elétrica, hidráulica, troca de telhas, revitalização da quadra de esportes, nova fachada de identificação, além de construção de rampa de acessibilidade e canalização pluvial, ainda em fase de acabamento.

A reforma na escola integra o cronograma de obras do projeto Escola Viva, idealizado pela Prefeitura de Goiânia, por meio da parceria entre as secretarias municipais de Educação e Esporte (SME) e de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), que oferece equipe de mão de obra para a execução dos serviços.

“Nosso objetivo é investir e oferecer maior conforto, qualidade na estrutura física para os nossos alunos e servidores, que estão nas unidades educacionais diariamente. Estamos atuando na medida do possível, juntamente à Seinfra, para que as escolas que precisam sejam reparadas”, ressaltou o secretário de Educação e Esporte, Marcelo Costa.

Segundo a auxiliar de secretaria da escola, Amanda Ferreira Silva, a reforma mudou o clima de trabalho. “Faz bem trabalhar em um lugar bonito e funcional. As adaptações feitas vieram em boa hora e tenho certeza que fez a alegria de todos os colegas assim como fez a minha. O novo colorido dos corredores, as paredes sem sujeira e pintadas renovam nosso ânimo e reforçam ainda mais a certeza da importância da educação em uma estrutura de qualidade para nossas crianças”, afirmou.

Quem também ficou feliz e satisfeita com a reforma na escola foi a aluna Michelly Cristina Vieira da Costa, 7 anos. “Gostei muito da pintura nova. O banheiro ficou limpinho, bem bonito. Reformou os bebedouros, trocaram as torneiras, agora está tudo certinho, limpinho, ótimo”, disse.

Ao todo o projeto Escola Viva já beneficiou mais de 300 instituições. A previsão é que todas as escolas e centros municipais de Educação Infantil (Cmei) recebam reparos e reformas na estrutura predial durante o ano letivo.

Lívia Máximo, da editoria de Educação e Esporte, e Guilhermino Vieira, da Infraestrutura.
Fotos: Luiz Fernando Hidalgo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *