Comurg intensifica limpeza nas áreas afetadas pelas chuvas

No total, 43 árvores caíram e já foram retiradas por equipes de servidores que estavam de plantão. As correntezas também acumularam muita sujeira na cidade

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) intensificou suas ações de limpeza após forte chuva que caiu no início da tarde de ontem, 05, na Capital. De acordo com levantamentos do órgão, 43 árvores caíram com a força dos ventos causando transtorno e prejuízos em vários pontos da cidade. O temporal trouxe muita sujeira e vários danos foram registrados em logradouros públicos e praças, exigindo mais trabalho dos servidores. Todos os pontos afetados já foram desobstruídos e as praças já recebem manutenção.

As regiões Oeste e Leste registraram o maior número de ocorrências de quedas de árvores nas ruas e calçadas. Somente na Avenida Anápolis, na Vila Pedroso, caíram quatro, obstruindo vias e colocando em risco a passagem de veículos e pedestres. Campinas teve o mesmo número de casos, exigindo maior atenção na região.

Os setores Pedro Ludovico, Jardim Novo Mundo, Marginal Botafogo, Jardim Goiás, Jardim Amendoeiras, Urias Magalhães e Vila Izaura registraram uma queda de árvore em cada um dos bairros, enquanto que nos setores Marista, Vila São Luíz, Vila São José e Perim houve duas quedas em cada.

Já na região Oeste, no setor Crimeia Oeste, mais transtornos por conta da chuva. Após intenso trabalho, as galhadas de três árvores caídas foram retirados e a passagem desobstruída. Ainda na região Oeste foram contabilizadas oitos quedas, três na Avenida T- 1, Rua T-10 e Avenida T-9, no Setor Bueno, duas na rua C-200 e C-159, no setor Jardim América. Outros dois incidentes aconteceram no Setor Oeste, nas ruas Rua 17, Rua 19, Av T-7. Todas as árvores e galhos já foram retirados por equipes da Comurg.

Segundo o presidente da Comurg, Aristóteles de Paula e Sousa Sobrinho (Tote), o procedimento principal é desobstruir as vias quando ocorre queda, utilizando motosserras para o corte dos troncos, e em seguida o serviço de retirada. “Registramos um número alto de casos por conta do forte temporal, mas já retiramos todas as árvores das pistas e agora estamos limpando a sujeira deixada pelas águas”, afirma, destacando que há uma força-tarefa na cidade.

Limpeza – O temporal que caiu na tarde de ontem também contribuiu para o acúmulo de muito lixo na cidade. As regiões que tiveram ocorrências mais críticas em bueiros entupidos por garrafas plásticas e papelão, como também os pontos margeados por córregos que acumularam folhas e outros objetos, já estão recebendo intervenção e apoio da Comurg na manutenção e limpeza, em parceria com a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).

As ruas que acumulam sujeiras, lama e muito barro já estão recebendo ações de limpeza e o objetivo é que ainda hoje a cidade já esteja praticamente limpa novamente.

Silvio Sous, da editoria de Urbanização
Foto: Imprensa Comurg

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *