Comurg comemora Dia Municipal do Gari

Desde que foi instituída, data de celebração completa 33 anos e visa homenagear os trabalhadores que atuam na limpeza da Capital

O Dia Municipal do Gari completa 33 anos. A data, 20 de março, foi instituída pela Câmara Municipal de Goiânia, através da lei ordinária 6.251, de 30 de janeiro de 1985.

A homenagem visa valorizar esses trabalhadores que cuidam da cidade para que ela esteja sempre limpa. Segundo a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), houve inúmeros avanços na conquista desse pessoal, por isso há muito que comemorar.

Hoje, os garis, que vestem cores vibrantes de verde e laranja, têm isenção do ponto, folga do serviço e ainda poderão ingressar com seus dependentes em todos os espaços de lazer da Prefeitura de Goiânia, usufruindo gratuitamente dos brinquedos, jogos, quadras de esporte e playground.

Atualmente, há pelo menos 5.800 agentes de limpeza espalhados pela cidade, que além da coleta do resíduo orgânico doméstico e empresarial, hospitalar da rede municipal, também atuam na remoção de entulho, varrição, rastelagem das ruas, capinação e roçagem, dentre outras ações de manutenção de espaços públicos.

O presidente da Companhia, Denes Pereira, acredita que é importante ter um dia específico em homenagem a esses servidores. “Eles são vistos trabalhando por todos os cantos de Goiânia, limpando bairros, ruas, avenidas, canteiros e praças. Esses operários não se queixam da intensa rotina e trabalham 24 horas, distribuídos em turnos”, afirma.

Na Comurg, há casos curiosos de varredores de rua que formaram filhos e até netos, em cursos de nível superior, trabalhando debaixo de sol e chuva. Também é fácil encontrar artistas, músicos, escritores que são servidores da Companhia e que ainda estão trabalhando nas ruas por amor à profissão.

Segundo a história, o nome “gari” é uma homenagem ao francês Pedro Aleixo Gary, primeira pessoa a assinar um contrato de limpeza pública com o Ministério Imperial. No dia 11 de outubro de 1876 iniciou, assim, a remoção de lixo das casas e praias do Rio de Janeiro. Vencido o contrato em 1891, entrou seu primo, Luciano Gary. Um ano após, a empresa foi extinta e inaugurada a Superintendência de Limpeza Pública e Particular da cidade. Os cariocas, acostumados com a limpeza das ruas após a passagem dos cavalos, mandavam chamar a turma do Gary. Aos poucos o nome se generalizou e até hoje são chamados garis. A data de homenagem em nível nacional é em 16 de maio, como o Dia Nacional do Gari.

homenagem
Os trabalhadores de limpeza urbana de Goiânia, Garis, serão homenageados nesta quarta-feira, 21 em sessão solene proposta pelo Deputado Estadual Waguinho, que acontece às 19h no Plenário. No total, serão 60 servidores que receberão título e certificado pelos serviços prestados.

Silvio Sous, da editoria de Urbanização
Fotos: João Araújo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *