Feiras livres e especiais movimentam espaços públicos da Capital

Oportunidades de consumo mais barato e possibilidade de momentos de convivência são fatores que explicam a grande expansão desse mercado. Lista contendo as feiras cadastradas em Goiânia pode ser conferida na matéria

Grande volume de consumidores é recebido diariamente nas feiras espalhadas por Goiânia. Estão nos registros da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec) cerca de 150 locais em pleno funcionamento. Divididas em livres e especiais, elas oferecem uma infinidade de artigos, além de serem opções para o entretenimento e lazer dos moradores da cidade.

Há, no entanto, uma diferença do que é comercializado em cada tipo de feira. A livre é um lugar onde produtos agrícolas são negociados. Frutas, verduras, legumes, e mais uma série de alimentos são procurados nesses mercados, principalmente, por fornecerem elevada qualidade nutricional e custo reduzido, sendo também uma oportunidade para comprar diretamente de quem produz, beneficiando o fomento da agricultura familiar.

Já a feira especial trabalha com a venda ligada ao vestuário, acessórios, artesanato e ainda uma variedade de alternativas gastronômicas para todos os gostos. Elas ocorrem quase sempre no período noturno, exceto a Feira Hippie, que acontece durante as manhãs de domingo. É a maior e mais antiga feira de Goiânia e recebe compradores de diversos estados brasileiros.

Além de possibilitar momentos de convivência e consumo mais barato de produtos, as feiras também são responsáveis por fortalecer o desenvolvimento econômico do município, bem como gerar emprego e renda à população. Benefícios que, segundo o titular da Sedetec, Ricardo De Val, contribuem para que a cidade cresça e atraia mais investimentos. “O poder público deve sempre dar o suporte necessário para que a economia seja fomentada e o quantitativo elevado de feiras em Goiânia é sinal de que esse é um mercado rico e promissor. Dessa forma, a Prefeitura tem se prontificado em dar o auxílio para que o segmento prospere”, destaca o secretário.

A atuação da Administração Municipal para melhoria desses espaços vem estipulada no próprio regimento interno da Sedetec. O órgão é responsável pela formulação, coordenação e execução das políticas, programas e projetos relativos à área de desenvolvimento econômico e empreendedorismo, trabalho que abarca a gestão dos mercados, feiras livres e especiais. E é em virtude de sua competência que a pasta promove vistorias de frequência dos feirantes, verificando se as instalações estão adequadas e se os produtos estão de acordo com o que foi discriminado no documento de cadastro.

Limpeza
Em outra linha de atividade, a Prefeitura também contribui para que as feiras livres de Goiânia possam oferecer um ambiente adequadamente limpo ao público. Isso foi possível a partir da implementação da Lei 9.842/2016, que dispõe sobre o lixo zero em todas as feiras livres do município. A legislação estipula multa aos comerciantes que não recolherem os lixos produzidos em seus locais de trabalho. Resíduos devem ser devidamente abrigados em sacos plásticos e deixados em lugares apropriados para que a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) faça o recolhimento.

O órgão fiscalizador é a Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), responsável pela autuação. Se houver notificação, seguida pelo não cumprimento da lei, o comerciante é multado em R$ 170. Persistindo a infração, a multa passa a ser de R$ 500. A aplicação da penalidade é, de acordo com Ricardo De Val, apenas uma estratégia para que os termos da legislação possam ser cumpridos de forma integral. “O que verdadeiramente precisamos é do esforço e união de todos no sentido de preservar a limpeza desses espaços, oferecendo um ambiente que preze pela saúde e bem-estar de feirantes e compradores”, ressalta o secretário.

Confira aqui a lista contendo todas as feiras que funcionam em Goiânia

Luciana do Prado, da editoria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *