Guarda Civil reforça segurança das unidades educacionais

Serviço inclui rondas preventivas à violência nas unidades da rede pública de ensino municipal durante toda a semana, 24h por dia

Durante 24 horas por dia, de segunda a sexta-feira, equipes de guardas civis dão o apoio na segurança da população estudantil da rede pública municipal. O serviço é feito preventivamente com o objetivo de inibir a ação de marginais que queiram furtar, roubar ou oferecer e vender entorpecentes aos alunos, principalmente no horário noturno. Aos finais de semana, com as unidades fechadas, o trabalho é mantido para a preservação do patrimônio público.

A diretora da Escola Municipal Jalles Machado de Siqueira, Maria Rita, explica que sempre teve o apoio dos agentes de segurança da corporação. “Nossa unidade sempre foi bem atendida, a Guarda está de parabéns, pois sempre se mostrou prestativa e a presença deles é muito importante para todos nós, alunos, técnicos e professores”, afirmou.

O inspetor Jucelino Fernandes, responsável pela região da escola, explica que sempre está atento às ocorrências e demandas das unidades. “Sabemos que nossa missão é dar segurança aos alunos e aos funcionários das instituições, nos três turnos e, por isso, procuramos sempre estar em contato para que não haja nenhum ato de vandalismo, furto, ou mesmo tráfico dentro e fora dos prédios da Educação”. Ele conta, ainda, que sempre faz palestras dentro das escolas, onde são dadas dicas de segurança e orientações básicas para todos os frequentadores do local.

Joaquim Antônio, 51 anos, aluno do oitavo ano da Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (EAJA), conta que se sente mais seguro quando sai da escola. “Antes saíamos meio receosos, pois normalmente as aulas acabam depois das 22h; agora sempre vemos uma viatura estacionada próxima do portão e isso é muito bom”, revela.

O inspetor pede à população que, caso note alguma movimentação estranha ou ato de vandalismo próximos às unidades de ensino, que denuncie no telefone operacional da GCM, o 153.

Luiz Galvão, da editoria de Segurança

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *