Aumento da arrecadação e controle de gastos resultam em investimentos na Educação

Durante prestação de contas na Câmara Municipal, prefeito Iris Rezende destaca melhorias realizadas na rede municipal de ensino de Goiânia

Na manhã desta segunda-feira, 19, o prefeito Iris Rezende prestou contas na Câmara Municipal de Goiânia e ressaltou os últimos investimentos feitos na área da Educação. De acordo com os dados apresentados, referentes aos últimos quatro meses de 2017, a rede municipal de ensino demandou R$ 914,8 milhões dos recursos públicos. Para fins de limite constitucional, que é de 25%, a taxa aplicada em ações e serviços públicos de educação chega a 29,87% da receita de impostos e também de transferências constitucionais e legais.

Entre as melhorias, o prefeito destacou os avanços em obras, ampliação de vagas e quadro de servidores, por meio da convocação de concursados e aprovados em processos seletivos. “Nomeamos mais de dois mil professores e servidores aprovados em concurso. Inauguramos dois Cmeis e reformamos 183 escolas. Criamos mil novas vagas no Ensino Fundamental’, afirmou Iris Rezende.

Educação em progresso
O chamamento dos concursados do último certame já atinge a meta de 80% dos aprovados. Ao todo, foram convocados 3.625 aprovados para os cargos de professor, apoio educacional e técnico administrativo.

Obras e serviços
O ano de 2017 foi marcado pela implementação do Programa Escola Viva, que tem por objetivo a manutenção predial das instituições de ensino da Capital. Ao todo, foram revitalizadas 304 unidades educacionais, com investimento na ordem de cerca de R$ 4 milhões. Durante o ano, aproximadamente R$ 5 milhões foram repassados diretamente às instituições para realização de limpeza e remoção de entulhos. Ao todo, 1050 unidades escolares passaram por manutenções realizadas pelas equipes da SME e Seinfra.

Unidades inauguradas
Duas instituições de educação infantil foram inauguradas: o Centro Municipal de Educação Infantil Jardim América II, com 550 novas vagas, e o Centro de Educação Infantil Suely Paschoal, construído no Tribunal de Contas do Estado (TCE) para 80 vagas. Ao todo, as duas unidades possibilitaram o acesso à Educação Infantil para 630 crianças.

Ampliação de vagas
A SME ofereceu, em 2017, cerca de 103.560 vagas nas instituições de ensino. Na Educação Infantil foram 21.917 vagas; Ensino Fundamental 69.885; Eaja com 11.356 e a educação especial com 402 vagas.

Em relação a vagas para 2018, a SME disponibilizou cerca de 8,6 mil vagas para a Educação Infantil e 11 mil vagas para o Ensino Fundamental aos alunos novos. Ao todo, a rede municipal está com capacidade para atender 117 mil educandos.

Lívia Máximo e Núbia Alves, editoria de Educação e Esporte

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *