Escola Municipal recebe engenheiro responsável por instalação de usina de energia solar

Instituição desenvolve projeto sustentável e desde outubro conta com placas de energia solar que atendem 7% do consumo total da escola

Cerca de 450 alunos da Escola Municipal Osterno Potenciano e Silva, no Setor Castelo Branco, terão uma aula diferente nesta sexta-feira, 15, às 9 e 15h, com a visita do engenheiro Alfredo Conti Ribeiro, e equipe técnica de profissionais, que explicará aos educandos o funcionamento da usina geradora de energia solar instalada desde outubro no telhado da escola.

O projeto “Energia Solar” tem como objetivos economizar energia, desenvolver a consciência ambiental e promover a sustentabilidade. A usina é composta por 6 módulos fotovoltaicos de 265 Watts e seis micro inversores de 250W, que atendem 7% do consumo total da escola, mas a tecnologia permite que o sistema seja ampliado modularmente.

Os recursos financeiros foram viabilizados pela verba do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE)- Escolas Sustentáveis, uma das ações do Ministério da Educação voltadas à implementação da Política Nacional de Educação Ambiental, para promover a sustentabilidade socioambiental e tornar o espaço escolar agente transformador da realidade.

De acordo com a diretora da escola, Patrícia Marinho César, para receber a verba as escolas deveriam escolher um tema e em desenvolver um plano de ação. “Optamos pelo tema energia solar, por ser uma forma limpa de geração de energia elétrica, uma peça fundamental na luta contra as mudanças climáticas e a esperança de um futuro mais sustentável”.

A verba disponibilizada em setembro de 2016 foi reprogramada para ser gasta em 2017. “Neste ano, fizemos parceria com a empresa SmartSet, que cuidou de todo o dimensionamento, projeto, aprovação junto a concessionária, fornecimento dos equipamentos, teste e acompanhamento da geração de energia solar”, completa Patrícia.

O engenheiro responsável pelo projeto na escola, Alfredo Conti Ribeiro, explica que a usina foi projetada para produzir 230 KWH/mês. “Isso gera uma economia mensal de aproximadamente R$ 170,00 e uma economia anual de R$ 2.040,00. Também evita a emissão de 600 kg de dióxido de carbono (CO2), que representa o plantio de seis árvores adultas por ano (cada árvore retira da atmosfera 130 kg de CO2 por ano)”.

Serviço

Assunto: Escola Municipal recebe engenheiro responsável por instalação de usina de energia solar
Data: 15/12, sexta-feira
Horário: 9h e 15h
Local: EM Osterno Potenciano e Silva (Rua 11, n°285, Setor Castelo Branco)
Contato: Assessoria de Comunicação: 3524-5054

Daniela Rezende, da editoria de Educação e Esporte

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *