Fundação Dom Cabral promove curso inédito para servidores públicos de Goiânia

Em parceria com o IPSM, a escola referência em educação executiva ministra formação em Gestão Pública Contemporânea durante os meses de novembro e dezembro

A Fundação Dom Cabral ministra curso inédito de Gestão Pública Contemporânea para os servidores do Instituto de Previdência Social do Município (IPSM). A formação profissional, que integra uma parceria inédita da Prefeitura de Goiânia, tem como objetivo ampliar a capacitação profissional e os resultados do órgão.
O curso, que foi elaborado especialmente para o IPSM, se iniciou nesta segunda-feira, 6, no Castro’s Park Hotel. O primeiro módulo é Gestão Pública de Resultados, com o professor Gilberto Porto.  A Fundação Dom Cabral foi criada em Belo Horizonte em 1976 e é referência no Brasil em educação executiva de excelência.
A formação terá quatro módulos (Gestão Pública para Resultados, Gestão de Processos, Gestão de Projetos e Gestão de Pessoas), que serão apresentados durante o mês de novembro, nos dias 13 e 28, e em dezembro, no dia 4.
Os investimentos em capacitação profissional são metas da atual gestão do IPSM, que tem como propósito melhorar o atendimento aos servidores ativos e inativos, bem como sanear o déficit da instituição para garantir a sustentabilidade previdenciária, em Goiânia.
O presidente do IPSM, Silvio Fernandes, diz que o curso segue as diretrizes da Secretaria Nacional de Previdência Social e marca uma nova fase do IPSM, que valoriza os servidores públicos. “Os investimentos em formação profissional retornam para a sociedade em serviços e atendimentos eficientes e organização dentro do órgão”.
“Pela primeira vez, a gestão municipal está oferecendo este tipo de formação para seus servidores. Isso se deve à visão do prefeito Iris Rezende, que orienta a modernização e eficiência na gestão do IPSM”, afirma Silvio.

 

Modernização

Essa é a segunda capacitação oferecida neste ano pela gestão do IPSM aos servidores.  O curso de formação em investimentos e mercados de capitais para os servidores e conselheiros do Conselho Fiscal Previdenciário (CFP) e Conselho Municipal de Assistência Previdenciária (CMAP) foi promovido em outubro.
25 servidores e conselheiros participaram da formação, cujo certificado permite ainda a inscrição para os exames de certificação em CPA 10, da Anbima, voltado para mercados financeiro e de capitais, e também em CGRPPS, da Apimec, para gestores de recursos de regimes próprios de previdência.
Os processos do IPSM também começaram a ser modernizados e manualizados, em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL). O trabalho conjunto tem como objetivo estabelecer mais transparência à gestão e aperfeiçoar o relacionamento com os segurados do Regime Próprio Previdenciário de Goiânia.
Além da melhoria na gestão, este projeto também tem como intuito a certificação institucional Pró-Gestão, que é concedida pelo Ministério da Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Silvio Fernandes diz que o gerenciamento dos processos é uma medida para garantir a sustentabilidade do IPSM e também melhorar a avaliação do órgão nacionalmente. Segundo ele, este trabalho torna-se um instrumento prático para atingir resultados a curto e médios prazos sem grandes investimentos.

Dentro do cronograma de ações em parceria com o IEL há também cursos de gestão com os servidores, que serão desenvolvidos ao longo deste ano e em 2018.

Lourdes Souza, da editoria de Previdência Social

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *