Campanha Outubro Rosa é encerrada e tem avaliação positiva na Prefeitura

Atividades de conscientização foram realizadas em toda a esfera municipal

Nesta terça-feira, 31, atividades encerraram e avaliaram os resultados da campanha ‘Outubro Rosa’ dentro dos órgãos municipais em Goiânia. Um café da manhã foi realizado pelo Gabinete Executivo de Projetos Especiais (GEPAC), com o objetivo de disseminar informações sobre as iniciativas compartilhadas e prevenções sobre o câncer de mama, identificação precoce da doença e o autoexame.

A Secretária Municipal da Mulher, Célia Valadão, que representou o grupo de gestoras femininas da Prefeitura de Goiânia, destacou a importância da prevenção do câncer de mama. “Temos que mostrar o tempo todo, os benefícios do diagnóstico precoce da doença, onde temos muitas chances de cura”.

O chefe do GEPAC, Vanderlei de Toledo Júnior, lembrou que essas ações não devem se limitar apenas ao mês de outubro. “Foram realizadas muitas campanhas, caminhadas, grande aumento no número de exames e atividades que incentivam as mulheres a observar alterações em seus corpos e procurarem auxilio com médicos. Só que não devemos limitar a apenas uma única época do ano e sim, deve-se tornar rotina, para que caiam consideravelmente os casos graves da doença”.

Prevenção em Goiânia

Dados do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam que entre 2016 e 2017 foram registrados aproximadamente 58 mil novos casos de câncer de mama no país. Por isso, a prevenção continua sendo o melhor remédio. Em Goiânia, para realizar a mamografia as mulheres devem procurar a rede de atenção primária da Secretaria Municipal de Saúde para marcar uma consulta.

Quem mora em área de cobertura de Estratégia de Saúde de Família pode se dirigir diretamente à unidade para agendamento da consulta.  As mulheres também podem entrar em contato com o teleconsulta pelo 0800 646 1560 para marcar o procedimento.

Em 2016 foram realizadas 82.517 mamografias em Goiânia. Destas, 40.018 de moradoras da Capital. Os meses de outubro e novembro foram os com maior demanda com, respectivamente, 7.630 e 8.564 exames. Neste ano, a expectativa é que até o final do ano, cerca de 100 mil mamografias sejam realizadas.

Atualmente, a SMS mantém 13 prestadores que oferecem o serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em unidade própria, o serviço de mamografia é realizado no Hospital e Maternidade Dona Iris, localizado na Vila Redenção.

Luciano Joka, da Diretoria de Jornalismo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *