Goiânia: Campanha de Vacinação Antirrábica supera meta

Ao todo, 153.900 cães e 18.896 gatos foram vacinados, totalizando 172.796 animais. Meta, de acordo com Diretoria de Vigilância em Zoonoses da SMS, era imunizar 160 mil animais domésticos

A Prefeitura de Goiânia encerrou nesta segunda-feira, 30, a Campanha de Vacinação Antirrábica no município. Ao todo, 172.796 cães e gatos foram imunizados. A meta, segundo a Diretoria de Vigilância em Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), era atingir 160 mil animais na Capital. Além de vacinar os pets, os profissionais da pasta esclareceram dúvidas da população sobre os aspectos técnicos da vacina e intensificaram as ações preventivas referentes à raiva.
De acordo com a secretária de Saúde, Fátima Mrué, a participação da população foi fundamental para garantir o sucesso da ação.  “A prioridade da campanha, além de imunizar os cães e gatos, foi proteger a população contra a raiva humana, pois os animais são os principais transmissores da doença. Portanto, a vacina é a forma mais eficaz de evitar que o vírus se espalhe”, afirma a gestora.
No dia D da campanha, realizado no dia 23 do mês passado, 392 postos ofereceram a vacina antirrábica. Para auxiliar no trabalho de imunização dos pets, a SMS contou com o apoio de estudantes do curso de medicina veterinária da Universidade Federal de Goiás (UFG) e das Faculdades Objetivo. A campanha também foi realizada no Mutirão da Prefeitura, que ocorreu no Jardim Novo Mundo, nos dias 30 de setembro e 1º de outubro.
De acordo com a gerente de Controle Populacional da Diretoria de Vigilância em Zoonoses, Catarina Rates, a SMS também imunizou os animais nas residências. “Para as pessoas que possuem um número maior de animais e solicitaram a vacinação em domicílio, os agentes realizaram a aplicação de doses in loco”, salienta.
Dados

Entre janeiro e agosto deste ano, conforme dados da SMS, o canil da Vigilância em Zoonoses monitorou 124 animais com suspeita da doença, que é transmitida por mamíferos. O vírus ataca o sistema nervoso e tem letalidade de quase 100% nos animais. No ciclo urbano, a raiva pode ser eliminada por meio da prevenção.
Thiago Araújo, da editoria de Saúde
Foto: Anna Lúcia Almeida

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *