Oficinas de robótica e programação de games marca primeiro dia de Mutirão na Região Noroeste

Secretaria Municipal de Educação e Esporte ofereceu, também, atividades como pintura facial e jogos de tabuleiro

Na manhã deste sábado, 14, teve início mais um Mutirão da Prefeitura de Goiânia. Nesta edição, a frente de trabalho está concentrada na Praça da Maternidade Nascer Cidadão, no Jardim Curitiba III, Região Noroeste da Capital. A Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) ofereceu à população atividades como pintura facial, jogos de tabuleiro, Horta Escolar e oficinas de robótica e programação de games.

Os jogos de mesa proporcionam o desenvolvimento cognitivo das crianças e melhoram o desempenho escolar. É o que conta o vigilante José Cláudio Belchior, de 47 anos, que levou as filhas Denise e Hadassa, de 10 e 9 anos, para participar dos jogos de xadrez e dama. “Ajuda a desenvolver o QI da criança, a elas pensarem por conta própria. Aumenta também a capacidade delas e ajuda no desempenho escolar”, contou.

No primeiro dia do Mutirão, o programa Horta Escolar, que faz a doação de mudas, levou cerca de 2.400 hortaliças para distribuir à comunidade local. Entre as espécies, estão o jiló, as pimentas malagueta e bode e a cebolinha. Para receber as mudas, as pessoas interessadas devem levar até o estande da SME uma garrafa pet, a fim de realizar o correto manejo e adubação das planta doadas.

Para a costureira Sirley Flores, de 48 anos, a Horta Escolar serviu como o pontapé inicial para a criação de sua própria horta em casa. A moradora da região levou uma muda de jiló para começar o plantio. “Ainda não tenho horta, estou cuidando disso. Sou apaixonada por hortaliças e o jiló é minha verdura predileta. Vou colocar num espaço maior e cuidar direitinho”.

O destaque do estande da SME ficou por conta das oficinas de robótica criativa e programação de games, oferecidas pelo Núcleo de Tecnologia (NTE), como parte do projeto de educação digital. Professores da rede ensinaram, de forma didática, os fundamentos básicos da programação de jogos e construíram junto às crianças pequenos robôs, a partir de objeto que foram reciclados.

Para Débora Eduarda Ferreira Belchior, de 12 anos, a melhor atividade do Mutirão foi a oficina de robótica. Ela ficou entusiasmada com a construção de dos robôs e pretende voltar também no domingo para seguir com as atividades. Além disso, servidores da SME estiveram de plantão para a realização de matrículas dos educandos, de acordo com a disponibilidade de vagas das unidades da rede.

Para fechar a programação da manhã, o secretário de Educação e Esporte, professor Marcelo Costa, visitou o CMEI Pequeno Aprendiz, na Vila Mutirão I, que passa por reformas para dar melhores condições de trabalho e aprendizagem. A instituição acolhe cerca de 64 educandos e é uma das mais de cem escolas contempladas pelo Programa Escola Viva.

A programação do Mutirão segue à tarde, com apresentação da Orquestra Sinfônica, desenvolvimento de atividades esportivas, oficinas de desenho livre e confecção de balangandã.

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte

Fotos: Eulides Maria

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *