Guardas Mirins cultivam hortas comunitárias

Objetivo da atividade é incentivar a alimentação saudável e levar às crianças a educação ambiental

Os alunos do programa Guarda Mirim que são atendidos no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Recanto do Bosque, na Região Noroeste de Goiânia, aprendem a plantar, cultivar e colher vegetais por meio de aulas práticas na horta comunitária da unidade. O objetivo da atividade é incentivar a alimentação saudável e levar às crianças a educação ambiental, por meio do conhecimento sobre o manejo da terra, o plantio dos vegetais e a colheita, na época certa de cada espécie plantada.

O programa Guarda Mirim atende cerca de 60 crianças e adolescentes com idade entre 7 e 14 anos. A assessora de políticas sobre drogas do programa, Yanna Barbosa, explica que a horta comunitária é uma parceria com alunos e técnicos da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e iniciativa privada. ‘As atividades são orientadas por alunos do quinto período do curso de Nutrição da PUC, que ensinam as técnicas corretas do manejo do solo com adubo orgânico, das sementes e da colheita. A ideia é que os alunos levem consigo este aprendizado para aplicá-lo, na prática, em suas residências’, afirmou.

O aluno Luiz Gustavo, 13, gosta bastante das aulas práticas. “A horta é bem divertida e é uma forma de distrair e aprender a plantar, regar as plantinhas e acompanhar o crescimento delas até a hora de colher uma a uma. No começo ela era bem pequenininha agora está enorme”, destacou.

Luiz Galvão da editoria de Segurança, Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *