Instituições educacionais recebem oficina de biodança

Método pedagógico terapêutico trabalha a consciência corporal e a valorização das emoções com foco na interação afetiva

Nesta quinta e sexta-feira, 21 e 22, nos turnos matutino e vespertino, duas unidades educacionais recebem a oficina de biodança do Projeto Arte em Movimento. A atividade é ministrada pela professora Célia Regina de Souza, com o objetivo de trabalhar a consciência corporal e a valorização das emoções com foco em favorecer a interação afetiva e promover a socialização.

As crianças dos centros municipais de Educação Infantil (Cmei) Tio Oscar e Setor Progresso terão um momento com a dança, que mobiliza os participantes a expressarem sentimentos e desejos. Por meio dessa experiência, aliada ao um reportório musical variado, a oficina estimula a aprendizagem em relação ao autoconhecimento e ainda busca valorizar a paz interior.

A proposta da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) visa ampliar a formação integral desenvolvida nas instituições. “Acredito que a Biodança colabora para que o educando tenha melhor condição de ampliar sua formação e isto passa pelo fortalecimento emocional. O projeto ajuda no amadurecimento das relações interpessoais e na relação consigo mesmo, e tudo isto repercute positivamente na aprendizagem”, relata Célia Regina.

Biodança
A biodança foi criada pelo psicólogo, antropólogo e poeta Rolando Touro, no Chile, em 1970. No mesmo período, o terapeuta Roberto Crema trouxe o método para o Brasil. Com o passar do tempo a proposta foi alcançando novos espaços para sua aplicação, como por exemplo, as unidades educacionais.

Serviço
Assunto: Biondança
Data e local : 21/09 – Cmei Tio Oscar
22/09 – Cmei Setor Progresso
Horário: 8h e 13h
Contato: Assessoria de Comunicação – SME – 3524-5054

Daniela Rezende e Lívia Máximo, editoria de Educação e Esporte

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *