Orquestra Sinfônica se apresenta sob regência do alemão Gottfried Engels

Concerto acontece nesta terça-feira no Teatro Sesi

Sob regência do maestro convidado Gottfried Engels, a Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta amanhã, 12, no Teatro Sesi, mais um concerto oficial de sua temporada 2017. O programa será dedicado às obras de Mendelssohn e Brahms, com participação da pianista romena Ana Mirabela Dina como solista.

O Regente
Gottfried Engels, nasceu em Bonn, Alemanha. Estudou na Escola Superior de Música de Colônia, com o Professor Paul Breuer. Terminou seu curso em 1979 com o ‘Konzertexamen’ (Exame de Solista). Desde 1980 é Professor de contrabaixo na Escola Superior de Música de Colônia.  Paralelamente a esta atividade, Gottfried Engels realizou concertos como solista, participa de diversas orquestras e grupos de música de câmara. Já tocou em diversos países da Europa, Américas do Norte do Sul, além do Japão.  Ao lado de suas realizações como instrumentista, Gottfried Engels dedica-se com grande interesse pelo trabalho pedagógico. Com o apoio do ‘Deutsche Musikrat’ (Conselho Alemão de Música), já lecionou em diversos cursos e festivais em Brasília, Assunção, Quito e Caracas. Apresentou-se em Masterclasses e Workshops na Universidade de Colorado, Denver, na Julliard-School, Nova York, na Universidade da California, Los Angeles, na Universidade Houston, Texas, no Conservatório de Música da Universidade de Cincinatti e na Universidade Gedai em Tokyo, entre outros. Desde 1992 trabalha regularmente com contrabaixistas de diversas orquestras na Venezuela, como a Simon Bolivar e a Jovenes Arcos.  Estudou regência com os renomados David de Villiers em Essen,  Salvador Mas Conde, na Espanha, e Hans Wallat e Gregor Schmitt-Bohn, na Alemanha.  Em 2013 regeu pela primeira vez em Goiânia a Orquestra Sinfônica Jovem e 2016 a  Sinfônica de Goiânia.Como regente assistente de Martin Fratz na Deutsche Oper am Rhein, apresentou a estréia mundial da ópera  “The Bird Garden”, de Quentin Thomas. Participa de diversos festivais, como os da ISB e de Edinburgh, na Escócia, assim como lecionou regência orquestral nos Festivais de Brasília (24º e 25º).

A Solista
Ana Mirabela Dina, nasceu em 1976 em Craiova, na Romênia. Começou aulas de piano aos 4 anos de idade. Dois anos depois, foi apresentada aos renomados pedagogos, Ioana Minei e Ana Pitis em Bucareste, onde estudou até receber seu diploma. Aos 8 anos, foi aclamada ao ganhar o 1º Prêmio no “Concorso Internazionale per Giovani Pianisti” em Stresa, Itália. Fez sua estreia em um concerto romeno com 10 anos de idade, tocando o Concerto para piano em Dó maior de Haydn com a Orquestra Filarmônica do Estado de Craiova. A queda da Cortina de Ferro em 1989 criou novas oportunidades de performance e Ana Mirabela Dina recebeu convites para tocar na França, na Alemanha, na Grã-Bretanha e nos EUA. Também construiu sua reputação como vencedora do concurso internacional com honras notáveis ​​na Itália. Em 1994, recebeu seu diploma em Bucareste, depois reassentada em Colônia, onde começou estudos com a Prof. Karin Merle no conservatório de música de Colônia. Em 1995, ganhou o 1º Prêmio no “Concurso de Piano Waki” no Japão. Em uma dupla estréia em Berlim em 1998, Dina tocou o Concerto para piano Coronation, K.537 de Mozart, com a Deutsche Symphonie Orchestre na famosa Philharmonie, bem como o 2º Concerto para piano de Brahms no Konzerthaus am Gendarmenmarkt. Performances do 3º Concerto para piano de Bartok em Colônia, e o Concerto para piano principal E-flat da Liszt na Inglaterra e as Ilhas Anglo-Normandas seguiram. Na demanda cada vez maior como parceira de música de câmara, ela recebeu orientação musical e inspiração de Dmitri Bashkirov, Fou Ts ‘Ong, Leon Fleisher, Christian Petrescu, Alexander Lonquich, Karl-Heinz Kämmerling, David Wilde, Alexandre Rabinovitch e Alban Berg Quarteto. Um sensacional primeiro prêmio no “Concerto Internacional de Piano Martha Argerich’ em Buenos Aires em 1999 foi recebido com uma enorme comoção e a levou para o foco internacional. As performances na Argentina foram seguidas de concertos com a Orquestra Symphonique de Montréal sob Charles Dutoit, com o Bamberger Symphoniker, para a Rádio da Alemanha Ocidental (WDR) como parte da série “Pianistas Mestres”, um recital no Herkulessaal em Munique e performances nos festivais de piano em La Roque d’Antheron, na França, Klavierfestival Ruhr na Alemanha, Musica Vitae-Växjö na Suécia, Torino Settembre Musica na Itália e Festivais Martha Argerich em Beppu / Japão, Buenos Aires e Lugano. Ana Mirabela Dina fez numerosas gravações para rádio na Romênia, Argentina, França e Alemanha. Suas gravações recentes feitas em Buenos Aires estão disponíveis em CD.

Programa

MENDELSSOHN, Felix.                                     Sinfonia N.º 4 em LÁ MAIOR, Op. 90

BRAHMS, Johannes                                           Concerto para piano N.º 2 em SI bemol MAIOR

Serviço
Concerto Mendelssohn & Brahms com a Orquestra Sinfônica de Goiânia
Dia 12 de setembro de 2017.
Horário: 20 horas
Local: Teatro Sesi
Ingressos: 1kg de alimento não perecível ou um livro literário

Janda Nayara, da editoria de Cultura

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *