Após denúncia de consumidor, supermercado é interditado em Goiânia

No local, foram apreendidos 800 quilos de alimentos impróprios para o consumo. População pode contribuir com Vigilância Sanitária e órgãos de defesa do consumidor na fiscalização de produtos irregulares

Um supermercado, localizado no Setor Leste Vila Nova, em Goiânia, foi interditado na manhã desta terça-feira, 05, por fiscais da Vigilância Sanitária e do Procon Municipal. A inspeção, motivada pela denúncia de um consumidor, reforça a importância da população em auxiliar o poder público no combate às práticas ilícitas que geram danos ao bolso e à saúde. A interdição será mantida até o estabelecimento se adequar às exigências apontadas pelos órgãos.

Durante a ação, foram identificadas inadequações às normas de higiene e cerca de 800 kg de alimentos impróprios para o consumo foram apreendidos. “Além de um cenário cheio de irregularidades no armazenamento dos produtos, muitos estavam vencidos”, pontua o superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS), Robson Azevedo.

Após receber denúncias de um consumidor, a equipe de fiscalização foi ao local e identificou os problemas. “Após comprar uma linguiça e perceber que o produto estava com mau cheiro, um cidadão insatisfeito denunciou o estabelecimento aos órgãos de fiscalização”, conta Robson Azevedo. Queijos, carnes e refrigerantes também aparecem na lista de alimentos e bebidas apreendidos durante a ação.

Denúncias

“A população deve contribuir com Vigilância Sanitária na fiscalização de produtos irregulares”, destaca o superintendente. Em Goiânia, as denúncias podem ser realizadas por meio do Portal da Prefeitura pelo sistema de atendimento @156. Irregularidades sanitárias como falta de higiene, produtos vencidos e estragados ou reutilização de materiais descartáveis são alguns dos problemas que podem ser denunciados.

Há cerca de um ano, um açougue da Capital foi autuado e teve cerca de 900 quilos de carne apreendidos após denúncias de uma família que passou mal depois de consumir espetinhos no local. Na mesma época, um cidadão denunciou um supermercado e cerca de 1,5 toneladas de alimentos impróprios para o consumo foram encontrados no local. “O goianiense exerce um papel fundamental ao denunciar os estabelecimentos suspeitos de irregularidades”, reforça Azevedo.

Quanto aos alimentos, algumas situações que podem ser denunciadas incluem o armazenamento incorreto, produtos vencidos, deteriorados ou sem identificação e procedência, ambientes físicos inadequados, presença de lixo, animais ou acondicionamento indevido. Os surtos de doenças causadas pelo consumo de água ou alimentos suspeitos de contaminação também podem ser denunciados pelo portal da Prefeitura de Goiânia.

A Vigilância Sanitária e Ambiental é responsável por eliminar, diminuir ou prevenir riscos e agravos à saúde. Para que se consuma com segurança sanitária, a Visa pode intervir na produção, na distribuição e na comercialização de produtos e serviços relacionados à saúde. Os casos suspeitos de irregularidades também podem ser denunciados para os Procon Municipal e Estadual e para a Delegacia do Consumidor (Decon).

Pedro Ferreira, da editoria de Saúde

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *