Semas já atende 5 mil idosos em 114 centros de convivência

Atuação da Semas, por meio da Assessoria de Proteção Especializada de Atendimento ao Idoso, foi elogiada pelo Ministério Público

O Ministério Público do Estado de Goiás, por meio da 30ª Promotoria de Justiça – Defesa das Pessoas Idosas, elogiou a atuação da Secretaria Municipal de Assitência Social (Semas) no atendimento aos idosos em Goiânia. Em ofício encaminhado, o MP agradeceu a Assessoria de Proteção Especializada de Atendimento ao Idoso – departamento vinculado à Semas, nos trabalhos desenvolvidos em conjunto com a Promotoria de Justiça.  Atualmente, a Semas atende cerca de 5 mil idosos por meio dos 114 Centros de Convivência.

O elogio reforça a atuação da secretaria que há 10 anos realiza um trabalho de atenção aos idosos da capital, ao mesmo tempo em que efetiva a implantação da Rede Municipal de Atendimento às Pessoas Idosas. Pesquisas têm mostrado que a população brasileira está envelhecendo e o país precisa reforçar suas políticas para este público específico. No Brasil, as pessoas com 60 anos ou mais somavam em 2013 o equivalente a 13% da população (Pnad/IBGE, 2013). Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), os idosos serão 30% em 2050.

Com base neste cenário, a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio da Assessoria de Proteção Especializada de Atendimento ao Idoso, desenvolve atividades para a efetivação dos direitos dos idosos, com o propósito de estimulá-los a reconstruir suas histórias e vivências individuais, coletivas e familiares.

A assessoria também articula junto às instâncias competentes, medidas protetivas e preventivas junto aos idosos. São realizadas visitas domiciliares, encaminhamentos e acompanhamento de usuários em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social. Quando necessário, os idosos são encaminhados para a obtenção de Benefício de Prestação Continuada (BPC), que consiste no recebimento de um salário mínimo ou a uma das 27 unidades básicas ou para as cinco unidades especiais da Semas.

A Assessoria também oferece suporte necessário ao atendimento nos grupos de convivência existentes nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), pelos Núcleos de Assistência Social (NAS) e pelas associações parceiras. Estes grupos têm como objetivo o resgate da autoestima desses idosos com ações que visam incentivar a valorização da pessoa idosa por meio de programas, projetos e ações socioassistenciais nos grupos de convivência. Nos centros de convivência o idoso tem aulas de artesanato, hidroginástica, pintura em tecido, biscuí, trico, entre outros.

O departamento que conta com uma equipe multidisciplinar, composta por assistentes sociais, fisioterapeuta, psicóloga, educador físico, recreador e terapeutas ocupacionais, oferece, ainda, orientação psicossocial para que os idosos conheçam seus direitos e recebam informações sobre saúde, atividades culturais, esportivas e de lazer, e oficinas de trabalhos manuais.

A Assessoria ainda é responsável por seis grupos culturais formados exclusivamente por idosos. Ao todo, dentro da sede, 300 idosos participam do Grupo Alegria Vozes e Violão; Teclado; Sanfona; Dança e Cantares Portugueses; Coral e Cavaquinho.

Inscrições
Para participar das atividades nos grupos culturais, é necessário ter 60 anos ou mais, autonomia funcional (independência), apresentar cópia da carteira de identidade, CPF e cópia do comprovante de endereço. As inscrições podem ser feitas na secretaria, das 7 às 18 horas. Mais informações: 3524-2666

 Roberta Amorelli, da editoria de Assistência Social

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *