Goiânia recebe a 1° Feira Cultural e Social de Pessoas com Deficiência Intelectual

Evento promovido pela Prefeitura de Goiânia começou às 8h e vai até às 17h no Centro Livre de Artes, localizado no Bosque dos Buritis, no Setor Oeste

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Politicas Afirmativas (SMDHPA), realiza ao longo desta quarta-feira, 23, a 1° Feira Cultural e Social das Entidades de Pessoas com Deficiência Intelectual. O evento faz parte das comemorações da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. A feira começou às 8h e se estende até às 17h. No local, estão sendo realizadas exposições, apresentações artísticas e culturais, feira gourmet e atendimentos de saúde.

Durante a abertura da feira, que contou com a apresentação da Banda da Guarda Civil Metropolitana (GCM), o secretário de Direitos Humanos, Filemon Pereira, enfatizou a importância deste tipo de ação para o fortalecimento da parceria entre a prefeitura e as entidades que cuidam de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. “A nossa administração tem empenhado muito em realizar ações como esta, que visa integrar e mostrar o trabalho que essas instituições prestam à comunidade”, destacou secretário.

Além das exposições, comidas típicas e apresentações culturais, quem for à feira vai encontrar o espaço da beleza que, em parceria com o Centro de Reabilitação São Paulo Apóstolo (Crespa), realiza cortes de cabelo. A Beatriz Braga de Oliveira tem 22 anos e frequenta a Apae de Goiânia. Hoje, a aluna é auto defensora, uma espécie de líder da sala. Beatriz comentou sobre a alegria que é participar de ações realizadas em espaços fora da entidade. “Viemos aqui nos divertir e mostrar o nosso dia a dia”, conta a aluna que frequenta a instituição há dois anos.

Para o superintendente da pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida, Antônio José, a promoção de eventos que sensibilizem a comunidade é importante para a inclusão da pessoa com deficiência. “Vejo a mudança de postura com a implementação de reuniões e criação de políticas públicas. Ações como a feira buscam incentivar a promoção da inclusão em todas as searas da sociedade”. De acordo com Antônio José, a expectativa é de receber mais de 4 mil pessoas na feira no decorrer do dia.

A 1° Feira Cultural e Social das Entidades de Pessoas com Deficiência Intelectual vai até às 17h, no estacionamento do Centro Livre de artes, localizado no Bosque dos Buritis, na Rua 1.605, Setor Oeste.

Diego Reis, da Diretoria de Jornalismo
Fotos: Jackson Rodrigues

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *