SME registra 6 mil atendimentos no Mutirão de Campinas

Ações contemplaram reformas em unidades educacionais, entrega de mudas e oficinas com crianças

Com diversas frentes de atuação no Mutirão da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) registrou 6 mil atendimentos durante os dois dias. Crianças de todas as idades e também as famílias que visitaram a estrutura montada no Parque Campininha das Flores tiveram acesso aos serviços prestados por profissionais das áreas educacional e esportiva, com oficinas direcionadas ao aprendizado e atividades lúdicas.

Além do número recorde de atendimentos na área educacional, o Mutirão da região de Campinas deu a largada para a construção de um novo Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) em Campinas com a assinatura da autorização pelo prefeito Iris Rezende. O novo Cmei será construído em área adquirida na Avenida Perimetral e deve atender cerca de 200 crianças menores de seis anos.

Para o secretário de Educação e Esporte, Marcelo Costa, a cada edição dos Mutirões a aproximação com a comunidade e eficiência na prestação dos serviços têm ganhado qualidade. Costa destaca a evolução do Programa Escola Viva que, em três edições do evento, já reformou 35 unidades da rede municipal de educação.

“O Escola Viva, criado no âmbito da SME, tem por característica a descentralização de recursos para que a escola ou Cmei compre o material de construção em local próximo à instituição, envolva a comunidade e fortaleça o comércio local”, explicou. Nesta edição, 12 instituições educacionais foram reformadas e receberam pintura geral, poda de árvores, limpeza dos terrenos, manutenção no telhado e revisão das instalações elétricas e hidráulicas.

O secretário ressalta que o programa, executado em parceria com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), promove mais eficiência nos investimentos. “Fazemos o serviço com um custo muito menor do que é praticado normalmente. É um uso melhor do dinheiro público”, pontuou.

Atendimento ao público

A distribuição de mudas e as dicas para produção de alimentos saudáveis em casa chamou a atenção no estande da SME. Somente o Projeto Horta Escolar realizou 4.500 atendimentos com oficinas para utilização de mini canteiros em garrafas pet e também com a distribuição de mudas e sementes de hortaliças como pimenta, berinjela, jiló, acelga, salsa, coentro, alface e rúcula.

Borboletas, palhaços e super heróis, como Homem Aranha e Mulher Maravilha, foram os temas que mais fizeram sucesso entre as crianças na pintura facial. Um total de 1480 receberam a pinturas feitas pelos profissionais da educação. O público infantil também aprendeu a confeccionar brinquedos tradicionais, como a pandorga, e pulseiras com materiais reaproveitáveis. Desenho livre, jogos de tabuleiro e golzinho também foram opções para aqueles que buscaram diversão.

Roseneide Ramalho, da editoria de Educação e Esporte

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *