Moradores de Campinas aprendem a produzir hortas em garrafas pet

Projeto Horta Escolar distribui mudas e sementes para visitantes do Mutirão que desejam iniciar a produção de hortaliças

A produção de hortas em pequenos espaços formadas a partir da reutilização de garrafas pets é um dos destaques do atendimento prestado pela Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) nesta edição do Mutirão da Prefeitura. Os moradores de Campinas e região recebem instruções para formar os canteiros alternativos, semear e cultivar hortaliças. Mais de 2,6 mil pessoas foram atendidas no primeiro dia de atividades e levaram mudas e sementes para casa.

A proposta, desenvolvida pelo Projeto Horta Escolar, incentiva a conscientização ambiental e, ao mesmo tempo, possibilita o incremento da alimentação saudável. A expectativa da SME é atender mais mil pessoas até o final desta edição do Mutirão com entrega de mudas de berinjela, jiló, acelga e pimenta. Já os kits de sementes são de rúcula, coentro, alface e salsa.

Com o objetivo de ter mais variedade de alimentos nas refeições, a moradora do setor Gentil Meireles, Ana Carolina Souza, 36 anos, participou da oficina de horta em garrafas pets. “Vou fazer a hortinha para o meu consumo em casa. Estou levando jiló, berinjela, coentro e alface”. Além de incentivar o plantio de alimentos orgânicos, o reaproveitamento de materiais é outro diferencial do projeto ressalta a moradora.

Roseneide Ramalho, da editoria de Educação e Esporte

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *