Audiência pública debate os desafios da reciclagem em Goiânia

Titulares da Amma e Comurg representaram a administração municipal no evento proposto pelo deputado estadual Wagner Siqueira. Grupo de trabalho foi formado para ampliar a discussão do tema

Com o objetivo de ampliar o debate na tratativa de questões que envolvem o manejo adequado dos resíduos sólidos em Goiânia, o deputado estadual Wagner Siqueira propôs audiência pública sobre o tema. O evento ocorreu na manhã desta quarta-feira, 28, no auditório da Assembleia Legislativo do Estado de Goiás (Alego) e contou com a presença dos presidentes da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Gilberto Marques Neto, e da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Denes Pereira, além de representantes da sociedade civil organizada e especialistas da área.

O desenvolvimento da cadeia de reciclagem, incentivos fiscais, políticas públicas, ampliação de programas, mecanismos que estimulam a separação de resíduos e destinação correta foram alguns dos temas abordados. “Nosso objetivo é promover a união de todos os envolvidos com a questão dos resíduos sólidos, por isso estamos fomentando o debate, com prioridade na busca de soluções e a viabilidade das ações que promovam a concretização das ideias discutidas”, ressaltou o autor da propositura, que também é membro da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Alego, Wagner Siqueira.

De acordo com o presidente da Amma, as ações ambientais que tratam especificamente de resíduos sólidos serão ampliadas na Capital e o primeiro passo, segundo ele, é a intensificação do trabalho de educação ambiental. “Precisamos demonstrar e informar ainda mais a população sobre a importância de diminuir a produção de lixo”, pontuou, acrescentando que, além disso, a Amma vai implantar ecopontos móveis para recolhimento de papelões, plásticos, lâmpadas, vidros, pilhas, dentre outros materiais que não precisariam ser encaminhados ao Aterro Sanitário de Goiânia. “O intuito é facilitar o trabalho das cooperativas”, disse.

Já o presidente da Comurg, Denes Pereira, lembrou que a responsabilidade do lixo é de toda população e não somente do poder público. “Todos nós somos responsáveis pelos resíduos gerados”, frisou Denes. Conforme ele, 1,4 mil tonelada de lixo é recolhida por dia em Goiânia e dessa quantidade, segundo ele, 20% vai desnecessariamente para o aterro, que teria sua vida útil aumentada caso não recebesse tamanho volume diário. ‘A primeira coisa que precisa ser feita é informar as pessoas sobre a importância da reciclagem e isso precisa atingir todos os públicos, iniciando principalmente, com orientação a nossas crianças’, sugeriu o presidente da Comurg.

Grupo de trabalho
No encerramento do evento, o deputado Wagner Siqueira agradeceu a participação dos representantes de diversas entidades da sociedade civil e do poder público, classificou a reunião como produtiva e ainda explicou que o grupo de trabalho atuará em conjunto na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de Goiânia. O grupo se reunirá periodicamente e contará com a participação do deputado estadual Carlos Antônio, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Gustavo Cruvinel, promotor de Justiça do Ministério Público, Juliano de Barros Araújo, e o presidente da Comissão de Direito Ambiental da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), Clarismino Luiz Pereira Junior, além de representantes de cooperativas.

Texto e fotos: Mauro Júnio, da Diretoria de Jornalismo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *