Caminhão da Cultura abre espaço para apresentações artísticas durante o Mutirão da região Sul

Quem passar pela estrutura móvel do Sesi Goiás vai conferir peças teatro, apresentações músicas e danças. Palco estará aberto e os artistas dos bairros poderão mostrar seus talentos

Incentivar a produção cultural em Goiânia também é um dos propósitos da Prefeitura e do Instituto de Previdência Social do Município (IPSM) que firmaram parceria com o Sesi (Serviço Social da Indústria) para levar o Caminhão da Cultura aos moradores da região Sul, durante a programação do segundo Mutirão. O caminhão possui um palco móvel que estará aberto para apresentações dos artistas dos bairros.

O presidente do IPSM, Sílvio Fernandes, diz que a iniciativa é para prestigiar os talentos que estão espalhados pela cidade. “Será um momento de diversão e descontração para os moradores da Região Sul, que poderão mostrar seus dotes artísticos com música, teatro e dança. A parceria com o Sesi foi um sucesso na primeira edição e estamos novamente levando esse projeto para a população junto com a ação do prefeito Iris Rezende”, afirma.

O Caminhão da Cultura é um projeto desenvolvido pelo Sesi e Sistema Fieg, que tem caráter socioeducativo e promove ações de lazer e cultura na estrutura móvel do caminhão.

Segundo Mutirão

Durante o Mutirão da região Sul, a população terá acesso a atendimentos médicos, orientações jurídicas, cuidados com a beleza, atividades recreativas e educacionais, distribuição de mudas nativas do Cerrado, ações de educação ambiental, dentre outros serviços da administração municipal.

O coordenador do Mutirão, Aristóteles de Paula, diz que as obras e serviços, que integram o cronograma de ações, têm como objetivo levar melhorias e qualidade de vida à população. “A administração municipal vai atender 21 bairros nesta segunda frente de serviços e esperamos que este seja maior que o primeiro, que realizou 48 mil atendimentos. Além disso, esperamos realizar um Mutirão a cada 15 dias, contemplando os moradores de vários bairros da cidade”, afirma Aristóteles.

Lourdes Souza, da editoria de Previdência Social

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *