Prefeitura assina contrato de fotossensores

Novo contrato representa uma economia de 40,63% se comparado com o anterior. Instalação dos equipamentos começa em oito dias, a pedido do prefeito Iris Rezende

Após análises, debates e certificação por parte da Prefeitura de Goiânia, o contrato com a empresa Eliseu Kopp Ltda para prestação de serviços de monitoramento eletrônico do trânsito na Capital foi assinado nesta quarta-feira, 31, pelo prefeito Iris Rezende, pelo titular da Secretaria Municipal de Trânsito Transporte e Mobilidade (SMT), Fernando Santana, e pelo representante da empresa vencedora da licitação, Lino Murano. As instalações dos primeiros equipamentos nas vias começarão em oito dias. Na ocasião, o prefeito afirmou que a assinatura trará tranquilidade para a população, que receberá um serviço de alta qualidade e responsabilidade.

“Estamos assinando um contrato com uma empresa de renome que tem aspectos morais e tecnológicos sólidos. Após inúmeras reuniões com vereadores, secretários e representantes do Ministério Público do Estado de Goiás, não tenho mais dúvida quanto à idoneidade e competência da empresa. Todos estão conscientes de que esta foi a melhor solução”, disse, afirmando, em seguida, que a gestão municipal, mesmo enfrentando dificuldades financeiras, cumpre com o seu dever. “O momento é importante, pois o trânsito é uma das questões mais complexas vivenciadas pelos moradores da Capital”, avaliou.

Em seguida, Iris Rezende afirmou que o novo sistema e a instalação dos fotossensores serão um avanço significativo para reduzir parte dos problemas de trânsito. “Goiânia é uma das cidades brasileiras com maior de número de carros por habitantes. Portanto, o trânsito tem trazido contrariedades para grande parte da população, principalmente pelo tempo que se gasta com deslocamentos. Diante disso, o processo assinado hoje contribuirá para a normalidade”, pontuou.

Por sua vez, o titular da SMT, Fernando Santana, informou que nesta quinta-feira, 1º, assinará a ordem de serviços para que os equipamentos sejam instalados imediatamente. “A empresa já está finalizando a preparação dos primeiros equipamentos que chegarão à Capital”, disse. Em seguida, Santana lembrou que a Marginal Botafogo será incluída nesta ordem de serviço. “Com essa determinação, a gestão do prefeito Iris Rezende está pensando na segurança das pessoas que trafegam pelas vias da cidade”, acrescentou.

Redução dos valores

Nessa terça-feira, 30, Iris Rezende se reuniu, em seu gabinete, no 5º andar do Paço Municipal, com uma comissão composta pelos vereadores Elias Vaz, Jorge Kajuru, Eduardo Prado, Cabo Sena, Wellington Peixito e Juarez Lopes, pelo o promotor de Justiça Fernando Krebs, pela procuradora-geral do município, Anna Vitória Caiado, e pelo controlador geral do município, Juliano Bezerra, para discutir alguns pontos levantados sobre a licitação e o contrato assinado com Eliseu Kopp

Durante a reunião, o controlador-geral do município, Juliano Bezerra, informou aos presentes que, depois de ouvir o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM-GO) e representantes da Eliseu Kopp, ficou acertado que a empresa reduziria o valor total proposto na licitação em cerca de R$ 5,3 milhões. O valor total do contrato era de R$ 66,7 milhões pelos cinco anos.

Dados

A empresa vai instalar 258 equipamentos que fiscalizarão 643 faixas de trânsito em Goiânia. O contrato, em comparação ao anterior que era executado pela empresa Trana, representa uma economia de 40,63%. O custo por faixa fiscalizada até o ano passado era de R$2.627,45 e o atual, após a licitação e a nova redução preços, depois de uma minuciosa análise da Controladoria Geral do Município nas planilhas de custos, ficou em R$1.559,82 por faixa fiscalizada. Ao longo de cinco anos isto representará uma economia total de aproximadamente R$ 40 milhões de reais.

Thiago Araújo, da Diretoria de Jornalismo
Fotos: Paulo José

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *