Festival movimenta cena cultural goianiense

Goiânia Canto de Ouro teve início na quinta-feira empolgando público e artistas

O Goiânia Canto de Ouro chega em sua 7ª edição confirmando mais uma vez sua posição de maior festival de MPB de Goiás. A abertura do projeto aconteceu nesta quinta-feira (18), às 21h, no teatro do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro. O elenco formado pelas cantoras Débora di Sá, Cláudia Vieira, Sabah Moraes, Luciana Clímaco e Lizz Miranda, acompanhado de instrumentistas experientes como Ney Couteiro, Sérgio Pato, Nonato Mendes, Rodrigo Paladino e Guilherme Santana, deixou claro a qualidade da música produzida em Goiás.

O centro cultural, que passou por uma pequena reforma para receber o evento. Mesmo antes do início dos shows, o público já se reunia no Café do espaço, que conta com diversas opções de bebidas. O poeta e compositor Lu Tavares era um dos que aguardavam ansioso a volta do festival, que estava paralisado desde 2013 e foi retomado pela gestão do Prefeito Iris Rezende. Ele garante que não perdeu a apresentação de nenhum elenco de todas as edições do projeto. “Sou um entusiasta e posso garantir que é o maior festival do país, contemplando não só cantores, mas também instrumentistas e compositores. Senti muita falta disso aqui, deste espaço vital para mostrar a música goiana”.

Para a cantora Cláudia Vieira, o festival não é importante apenas para a formação de público, mas também para a convivência e troca de experiências entre os artistas. “Não existe outro projeto igual no Brasil. Espero que nunca mais saia de cartaz”.

Cláudia, que já tem mais de 25 anos de carreira, destaca também outra característica do festival, a de “abrir as portas” para os novos nomes da MPB. É o caso de Lizz Miranda, que abriu o show da noite cantando obras de compositores goianos, como Fernando Perillo e Ney Couteiro. É a primeira vez que a cantora, que nasceu no Pará, mas reside em Goiânia há 5 anos, se apresenta no festival. “Estou admirada com a iniciativa. Temos que arrebanhar um público cada vez maior para que possam ter contato com o que é produzido aqui”.

No repertório do show, que será reapresentado também nesta sexta e sábado, também teve sucessos de Rita Lee, Carmen Miranda, Chico Buarque, Luiz Melodia, Caetano Veloso, entre outros.

No domingo (21), os shows começam às 20 horas e a direção musical é assinada pelo músico, compositor, produtor e arranjador Bororó. No palco, se revezam os artistas, Luiza Rabello, William José, Gustavo Ribeiro e a banda Chá de Gim. Eles serão acompanhados pela banda formada por Ricardo de Pina (bateria), Genysson Ponce (teclado) e Jairo Reis (guitarra).

Os ingressos para o festival custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Além de estudantes e idosos, professores da Rede Municipal de Ensino e internautas que compartilharem o material de divulgação dos shows também pagam meia entrada.

Janda Nayara, da editoria de Cultura

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *