HMDI promove campanha para doação de sangue

Unidade promove campanha, em média, duas vezes ao ano, respeitando os intervalos de doação - quatro meses para os homens e três para as mulheres. Ônibus de coleta do Hemocentro está no local das 8 às 16 horas

O Hospital e Maternidade Dona Íris (HMDI) realiza amanhã, dia 05, campanha para doação de sangue de 8 às 16 horas. O Hemocentro vai disponibilizar um ônibus de coleta totalmente equipado que estará na entrada da porta principal do HMDI para atender aos doadores. A unidade promove a campanha em média duas vezes ao ano, respeitando os intervalos de doação – quatro meses para os homens e três para as mulheres.

A maternidade, no primeiro trimestre deste ano, utilizou 231 bolsas de sangue, tendo beneficiado 88 pacientes. Além dessas, a unidade  utiliza, em média, 80 bolsas de sangue mensalmente para atender os pacientes, em especial a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal. Segundo a biomédica responsável pelo serviço de Laboratório Clínico e Agência Transfusional do HMDI, Hérika Isabella da Costa, quase todos os bebês necessitam de pequenos volumes de transfusão várias vezes ao dia, principalmente, os prematuros. ‘A preocupação é com o estoque de sangue da unidade que está muito baixo, já que 2017 é um ano com muitos feriados e durante esses dias a doação diminui, enquanto o consumo, por outro lado, aumenta’, salienta.

De acordo com Hérika, para doar é necessário, independente do sexo, ter de 16 a 69 anos de idade, se já fizeram a primeira coleta. Se nunca doaram o limite de idade é até os 65 anos.  Também é imprescindível ter um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior e evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antes da doação. ‘As pessoas muitas vezes confundem a doação com a coleta de sangue para um exame e ficam em jejum. O que não é recomendável. Para doar é preciso que a pessoa esteja bem alimentada’, explica a biomédica.

Aqueles que não puderem ir ao HMDI nesta sexta-feira podem se dirigir ao Hemocentro e informar na recepção na hora do cadastro a decisão de doar para o estoque da maternidade. “A doação de sangue é sempre voluntária e, por isso, contamos com a solidariedade da comunidade para reposição dos estoques”, finaliza Hérika.

Jhessyka Monteiro, estagiária da editoria de Saúde – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *