Prefeitura retoma obras do BRT e busca aprimoramento da gestão

Secretaria de Governo coordena ações para acelerar processos e permitir execução de projetos. Obras recomeçam nos próximos dias

Além de coordenar e acompanhar os primeiros atos do prefeito, como decretos para nomeação dos integrantes da nova equipe da gestão Iris Rezende, e ainda a análise e publicação de atos administrativos que se encontravam paralisados junto à Superintendência da Casa Civil, a Secretaria de Governo, por meio da Unidade de Coordenação da Execução do Projeto de Implantação do BRT – UCPCG/BRT, retomou os procedimentos das obras de implantação do Corredor Norte-Sul que se encontravam paralisadas desde o último quadrimestre de 2016. As obras recomeçam nos próximos dias e a previsão para concluir é daqui dois anos. “Muitas obras em Goiânia, tocadas em parceria com o Governo Federal, estão paralisadas por falta de contrapartida da prefeitura. A administração Iris Rezende vem equacionando esses problemas e a tendência é que sejam retomadas o mais breve possível”, diz o secretário de Governo, Samuel Almeida.

Para tornar a administração pública municipal mais célere, a Segov propôs iniciativas para o desenvolvimento de ações e procedimentos internos da prefeitura, entre elas: a aceleração dos processos da Unidade de Coordenação de Execução de Projetos (UCPA), que permitiu restabelecer os contatos com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), retomando a execução do Programa “Cidades Emergentes e Sustentáveis”, por meio de Cooperação Técnica.

No mês de março, a Prefeitura de Goiânia, via Segov, firmou Termo de Cooperação com o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese). Ato visou a implementação de ações que proporcionem a realização de estudos e ações focadas no aprimoramento da gestão pública e na melhoria das condições de vida da população de Goiânia e Região Metropolitana, permitindo elevar a capital goiana, até o ano de 2033, a um dos dez municípios brasileiros com melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Em parceria com o Ministério Público do Estado de Goiás, a Segov iniciou o diálogo com os atores da Coleta Seletiva, entre Cooperativas de Catadores, entidades de fomento e demais parceiros, articulado com outras Secretarias com o propósito de reassumir as ações inerentes à Prefeitura de Goiânia no que diz respeito à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Como órgão de direção das Políticas de Proteção e Defesa do Consumidor, por meio do Procon, iniciou a análise e julgamento, em segunda e última instância, de recursos administrativos que se encontravam paralisados.

Cloves Reges, da Diretoria de Jornalismo – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *